domingo, 29 de março de 2015

(Superliga B) Sada/Unifemm vence Sesi-SP/Juvenil e força terceiro jogo

No segundo jogo entre as equipes pela semifinal da Superliga B, o Sada/Unifemm venceu o Sesi-SP/Juvenil, em Sete Lagoas, por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 18/25, 25/16 e 25/17, empatando assim a serie em 1 a 1. Com isso, a decisão de qual equipe se classifica para a final da competição ficou para este domingo, às 16h, novamente no Ginásio do Unifemm.

O duelo começou muito equilibrado, disputado ponto a ponto até que Alan virou dois contra-ataques da saída de rede para abrir 7 a 5. O Sesi-SP/Juvenil passou à frente em 10 a 9 e abriu dois pontos com um bom trabalho do bloqueio. Mas a linha de passe azul funcionava muito bem e Lucas Salim distribuía com eficiência o forte ataque estrelado, colocando a Raposa à frente novamente no segundo tempo técnico, com 16 a 14. O elenco cruzeirense continuou melhor e, bem na virada de bola, fechou o set em 25 a 22 após contra-ataque do ponteiro Rodriguinho

Os visitantes voltaram com mais volume ofensivo e chegaram a abrir 5 a 3. Mas com bloqueio de Éder Levi e um lindo ace de Rodriguinho, os celestes viraram e fizeram 8/6 no primeiro tempo técnico. Com bom ritmo de jogo e melhor na virada de bola, o Sesi-SP/Juvenil passou à frente em 10 a 9. Desconcentrados, os azuis cometeram muitas falhas e viram o placar marcar 17 a 10 para o adversário. O Sada/Unifemm ainda buscou reagir, mas a equipe de São Paulo não permitiu e venceu a etapa por 18 a 25.

O Sada/Unifemm se reencontrou em quadra na terceira parcial e logo abriu 6 a 3 com ponto de bloqueio. Depois de grande defesa do líbero Vanderson, os paulistas falharam e a Raposa abriu 11 a 7 e fez o 12° em grande bloqueio de Rodriguinho. Com toda a equipe cinco estrelas trabalhando bem, a vantagem no placar chegou a sete pontos no bloqueio simples de Gabriel, fazendo 23 a 16, e depois fechando o set em 25 a 16.

A quarta etapa começou disputada, mas o time azul continuou impondo um forte ritmo de jogo e chegou à frente no primeiro tempo técnico, em 8 a 6. Com mais um bloqueio de Éder Levi, os donos da casa abriram 11 a 8 e dispararam no placar com dois aces seguidos de Rodriguinho, fazendo 14 a 8. Com um jogo muito consistente, o Sada/Unifemm não deu chances ao adversário e venceu o set por 25 a 17.

“Foi uma vitória muito importante e agora temos mais um jogo, que é decisivo. É como se estivesse 0 a 0 ainda e o jogo de amanhã vai decidir. Hoje a torcida nos apoiou bastante, o ginásio ficou cheio e acho que isso ajudou a impulsionar o time, espero que seja assim amanhã também. O nosso grupo está cada dia melhor, fizemos um jogo melhor que o de São Paulo e conseguimos decidir com um 3 a 1. Isso ajuda na parte física e também no psicológico, mostra que a gente impôs um ritmo bom. E amanhã vamos jogar em casa, vindo de uma vitória. Vamos com tudo para pegar essa vaga na final”, avisou o ponteiro Rodriguinho.

Equipes:

Sada/Unifemm: Lucas Salim, Alan, Rodriguinho, Gabriel, Éder Levi, Romulo e Vanderson (líbero)
entraram: Bruno, Henrique Adami e Moreno
Técnico: Henrique Furtado

Sesi-SP/Juvenil: Bernardo Roese, Alan, Fabio, Douglas Souza, Pilan, Douglas Bastos e Pureza (líbero)
entraram: Jonatan, Vaccari, Rodrigo e Breno
Técnico: Gerson Amorim.

foto: Renato Araujo/Sada/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário