segunda-feira, 23 de março de 2015

(Superliga B) Sada/Unifemm supera Unincor/Três Corações e vai a semi

Jogando em Sete Lagoas, o Sada/Unifemm venceu o Unincor/Três Corações por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 23/25, 29/27 e 26/24, fechando a serie melhor de três jogos das quartas de final da Superliga B em 2 a 0. Com o resultado, o jovem time celeste assegurou a vaga na semifinal, pois haviam conquistado a vitória no primeiro duelo, fora de casa.

Os cruzeirenses começaram forçando bem o saque e com o bloqueio funcionando. No primeiro tempo técnico, o placar apontava 8 a 4 para o Sada/Unifemm. Com um bom aproveitamento nas viradas de bola, os anfitriões seguiram em vantagem durante toda a etapa, chegando a abrir 21 a 17. Depois disso, o comandante do Unincor/Três Corações parou o jogo e acertou sua equipe, que chegou a equilibrar o confronto no final da parcial, mas não foi o suficiente para segurar a Raposa, que abriu o placar.

Embalado pelo crescimento na parcial anterior, o time do Sul de Minas voltou com forte ritmo e abriu três pontos de vantagem no início do segundo set. Mas com a boa passagem de Alan pelo saque, que chegou a marcar dois aces, o elenco azul empatou em 7 a 7. O confrontou seguiu muito equilibrado, disputado ponto a ponto, e o placar voltou a ficar igual outras oito vezes até marcar 23 a 23. Foi quando o Unincor/Três Corações usou toda a sua experiência e fechou a etapa com um bloqueio duplo, empatando o confronto.

No terceiro set, prevaleceu a mesma tônica do início da partida. Com atletas rodados pelo voleibol nacional, o Unincor/Três Corações tentava alongar a disputa, enquanto os jovens talentos do clube estrelado buscavam encerrar a série. Com muita dedicação, os cruzeirenses cometiam alguns erros e o duelo seguia equilibrado. Mas no final da parcial, quando o placar marcava 24 a 22 para os visitantes, o confronto ganhou ainda mais emoção. Rodriguinho aproveitou bons contra-ataques, e o capitão celeste Éder Levi bloqueou duas vezes antes de ir para o saque e marcar um ace para fechar o set em 29 a 27.

Os cruzeirenses começaram muito bem a quarta parcial. Leozinho conseguiu um bloqueio simples e o time celeste abriu 3 a 1. Mas a equipe do Sul de Minas brigava bastante e seguia com a estratégia de esquentar o jogo, aproveitando sua experiência e buscando desestabilizar os garotos anfitriões. Porém, a torcida cresceu junto com o grupo, que mostrou tranquilidade e chegou à frente no segundo tempo técnico, em 16 a 14. O confronto voltou a ficar equilibrado até que Éder Levi encontrou seu quinto bloqueio no jogo para garantir a classificação.

“A gente teve mais tranquilidade para rodar os contra-ataques. Nós estudamos o material do último jogo e corrigimos muita coisa. Vimos que a gente precisava trabalhar mais a bola e deixar o erro acontecer do outro lado. Não tenho palavras para descrever a sensação de chegar na semifinal, vamos trabalhar muito para seguir até a decisão”, disse o central Rômulo.

Equipes:

Sada/Unifemm: Lucas Salim, Alan, Leozinho, Rodriguinho, Éder Levi, Romulo e Vanderson (líbero)
entraram: Bruno, Cristiano e Moreno
Técnico: Henrique Furtado

Unincor/Três Corações
: Jairo, Leozão, Composto, Renato Hermely, Mariano, Samuel e Maique (líbero)
entraram: Matheus, Guilherme, Renan e Kiko
Técnico: Antônio Resende.

foto: Renato Araújo/Divulgação Sada Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário