quinta-feira, 26 de março de 2015

(Superliga B) Bento Vôlei mostra força e faz 1 a 0 na serie sobre Foz do Iguaçu

Pela semifinal da Superliga B, o Bento Vôlei/Isabela venceu o Foz do Iguaçu por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/20, 25/14 e 25/17, no ginásio Costa Cavalcanti, fazendo 1 a 0 na serie melhor de três jogos. Sendo assim, o time gaúcho só precisa de uma vitória no próximo sábado, às 20h, no ginásio municipal de Bento Gonçalves, para chegar a decisão e consequentemente assegurar a vaga na elite nacional. Já os paranaenses precisam ganhar fora de casa para forçar um terceiro duelo, também no Rio Grande do Sul, no dia 29.

Precisando encontrar uma maneira de derrotar a única equipe invicta na competição, o Foz do Iguaçu forçou o saque para tentar dificultar o trabalho defensivo dos visitantes. O colombiano Zapata, em uma de suas passagens pelo saque, ajudou a equipe paranaense a virar o placar, e abrir uma diferença de dois pontos, mantida até o fim do primeiro set, que terminou em 25 a 23.

Querendo se recuperar rápido da derrota no primeiro set, os gaúchos voltaram à quadra utilizando a mesma estratégia dos adversários, sacando muito forte. O central Giovanni, que já havia feito três aces, manteve o bom aproveitamento no saque, ajudando a equipe a abrir vantagem e chegar ao segundo tempo técnico em 16 a 10. O saque forçado surtiu efeito, com Rivoli, Zé Ricardo e Giovanni pontuando de forma direta no fundamento e resultando na vitória por 25 a 20. 

O terceiro set começou da mesma forma que o segundo. A qualidade do passe do Bento Vôlei/Isabela, com os ponteiros Zóio, substituindo o líbero Daniel, e Danilo era muito alta, o que facilitava as jogadas rápidas, característica dos comandados por Fernando Rabelo. Mantendo o bom desempenho no saque, o time da Serra fechou o terceiro set em 25 a 14. 

No quarto set, a pressão em cima de Foz do Iguaçu cresceu. Tentando forçar novamente o saque, a equipe da cidade famosa por suas cataratas errou bastante. Ainda assim, o set seguiu equilibrado, até chegar na reta final. Porém, novamente os saques de Giovanni fizeram a diferença. Com dois aces seguidos do central, o time gaúcho abriu vantagem e não perdeu mais a liderança, fechando a parcial em 25 a 17.

“Eu já havia substituído o Daniel no jogo contra Três Corações, não foi uma situação nova pra mim (...) Consegui jogar tranquilo com muito apoio da comissão técnica e dos meus companheiros dentro de quadra”, declarou o ponteiro Zóio, que atuou como líbero.

“O que valeu hoje foi o fator grupo, a equipe estava muito unida e muito focada (...) Entrei e pude ajudar a equipe nessa reta final. Fiquei bem feliz. A partida foi muito importante pra mim, eu não vinha jogando e graças a Deus deu tudo certo”, avaliou o ponteiro Danilo, que saiu do banco de reservas no decorrer da partida e permaneceu em quadra até o fim.

foto: Enio Bianchetti

Nenhum comentário:

Postar um comentário