sábado, 7 de março de 2015

Sistema Penalty D-Tech será utilizado nas semifinais e decisão da Superliga

O teste já foi feito na Copa Brasil, em janeiro deste ano e, após aprovação de jogadores e árbitros, o Sistema Penalty D-Tech será utilizado, também, na fase final da Superliga 2014/2015. As semifinais e a decisão da principal competição do calendário brasileiro contarão com o auxílio da tecnologia, que ajuda na definição de bola dentro ou fora, em tempo real, através de cálculos matemáticos e da captura de imagens em frames de segundos através de câmeras instaladas em diferentes pontos da quadra.

“Nos lances mais polêmicos, a utilização do aparelho foi fundamental para minha tomada de decisão e não deu brecha para discussões”, comentou o árbitro Paulo Turci Turci, que esteve usando o sistema na Copa Brasil.

“Diferentemente de softwares da Polônia, Itália, Rússia e Japão, que são baseados apenas em imagens, o sistema que testamos funciona também com cálculos matemáticos, se mostrando mais eficiente e assertivo que os demais”, disse o presidente da Comissão Brasileira de Arbitragem de Voleibol, Carlos Rios.

O Sistema Penalty conta com seis câmeras nas laterais e nos fundos de quadra e um monitor, que fica preso ao poste da rede, onde o árbitro recebe a informação de bola dentro ou fora. O estudo foi desenvolvido ao longo de oito anos e teve um investimento de 5 milhões de dólares.

foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário