sábado, 7 de março de 2015

Douglas Cordeiro alcança 200 jogos pelo Sada/Cruzeiro na Superliga

Antes do primeiro duelo das quartas de final entre Sada/Cruzeiro e Montes Claros, o central Douglas Cordeiro foi homenageado pelo time celeste ao completar 200 jogos na Superliga pelo clube. O jogador, que conseguiu essa marcada devido a sua identificação com o projeto e sua importância no elenco, recebeu uma placa comemorativa com o número histórico e uma camisa emoldurada com o número 200.

“Foi uma surpresa muito emocionante para mim. Eu fiquei muito feliz e sinto muito orgulho disso tudo. Não é uma coisa comum de acontecer no voleibol. Isso só confirma pra mim que quando você faz tudo com dedicação, comprometimento e amor, somado a uma equipe como o Sada Cruzeiro, que trata seus atletas com tanto profissionalismo, as coisas dão certo. Isso é o que a gente mais precisa no voleibol hoje, com tanta coisa ruim acontecendo e muitas equipes fechando as portas”, disse Douglas Cordeiro, destacando a trajetória vitoriosa do clube e também com muitos agradecimentos a fazer.

“A vontade é de agradecer a todo mundo, a torcida, aos atletas que fizeram parte disso comigo, aos funcionários do clube. A gente vem junto há muito tempo. Quando eu assinei contrato com o clube, em 2008, eu sabia das minhas responsabilidades e dos anseios do time, de se tornar vencedor. E a gente marcou nosso nome na história do voleibol, com tantas finais, conquistas importantes e um título mundial. E isso vai ficar marcado na história”, conclui o jogador, que desde abril de 2008 veste a camisa do Sada/Cruzeiro, tento conquistado diversos títulos como o Mundial de Clubes.

Em meio a instabilidade que ocorre no voleibol brasileiro ver um atleta chegar a marcar de 200 jogos com a camisa de um clube pela principal competição do país é algo esperançoso. Um projeto como o do Sada/Cruzeiro, que consegue unir equipe profissional, time de base e trabalho social com a comunidade, deve ser bastante valorizado. E, consequentemente, atletas como Douglas Cordeiro (exemplo, dentro e fora de quadra) tem a possibilidade de alcançar essas marcas históricas.

foto: Renato Araújo/Divulgação Sada Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário