domingo, 8 de fevereiro de 2015

(Superliga) Minas Tênis joga demais e vence Sada/Cruzeiro em Contagem

Na primeira partida da 9ª rodada do returno da Superliga 2014/2015, o Minas Tênis Clube derrotou o Sada/Cruzeiro por 3 sets a 1, parciais de 31/33, 25/23, 25/23 e 25/20, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, a equipe de Belo Horizonte chegou aos 37 pontos e permanece no quinto lugar, enquanto o time de Marcelo Mendez parou nos 53 pontos, mas está com a liderança consolidada.

O início do clássico mineiro foi equilibrado, as duas equipes aproveitaram as oportunidades de ataque. Mas, contando com os erros dos visitantes, o Sada/Cruzeiro terminou em vantagem na primeira parada (8 a 5). A partir daí, o Minas Tênis Clube correu atrás do placar, mas pelo lado cruzeirense o cubano Leal estava inspirado, com largadinhas e fortes ataques. Na reta final do set, o bloqueio do time de BH funcionou e a equipe empatou o jogo, que seguiu emocionante e pegado até o fim. Mais experientes, os jogadores cruzeirenses tiveram tranquilidade no momento decisivo e fecharam o primeiro set em 33 a 31.

Na segunda parcial, os times começaram forçando o saque e sem sucesso. Mesmo com a derrota no set anterior, o Minas Tênis não se abateu e manteve o ritmo. Bruno Canuto entrou bem e colocou a sua equipe em vantagem (11 a 8). Mas, em boa passagem de Leal pelo saque, os cruzeirenses encostaram no placar. E o equilíbrio marcou também o fim do segundo set. As equipes disputaram ponto a ponto, e, após bons saques do cubano Escobar, o Minas Tênis Clube fez 25 a 23.

O Sada/Cruzeiro começou melhor o terceiro set. Com o apoio de sua torcida, o time cruzeirense mostrou a força de seu ataque e passou boa parte da parcial à frente no placar. Após instruções do técnico Nery Tambeiro, o Minas Tênis reagiu na partida, novamente o bloqueio funcionou e o time passou a ter a vantagem. Mais consistente, a equipe visitante sustentou a vantagem, fez mais um 25 a 23.

Embalados pela vitória, os jogadores do Minas Tênis voltaram para o quarto set com muita garra e largaram na frente. A equipe de BH passou o início da parcial toda em vantagem. O Sada/Cruzeiro chegou ao empate em 15 a 15 e inflamou a sua torcida na arquibancada. O jogo seguiu digno de um clássico, com muita emoção e vibração dos dois lados. No fim, a jovem equipe do Minas Tênis mostrou mais tranquilidade para vencer o set em 25 a 20.

“O nosso objetivo era superar o time deles e todos foram bem. Nosso saque entrou, a recepção e o bloqueio também. Foi um bom jogo e penso que saímos com a vitória em um bom momento”, disse o oposto Escobar.

“Desde o inicio, o nosso jogo de quadra estava melhor, mas eles vinham no saque e tiravam a diferença. No final, aumentou a nossa ansiedade, que faz parte do grupo jovem, mas ainda conseguimos segurar a vantagem e administrar para sair com os três pontos”, comentou o treinador Nery Tambeiro.

“Não jogamos bem. E não é pelo fato de já estarmos classificados. Tem dia que nada dá certo e hoje foi um deles. Esperamos que não aconteça mais isso. Temos que pensar para frente e tentar corrigir os erros que a gente cometeu”, afirmou o oposto Wallace.

“Um clássico é sempre muito difícil, Sada Cruzeiro e Minas fazem sempre grandes jogos e acho que hoje não foi diferente. A gente entrou um pouco abaixo, o Minas vem muito bem, e acho que a gente não conseguiu fazer tudo o que podia. No final conseguimos buscar alguns pontos, mas não foi o suficiente”, afirmou o ponteiro Kadu.

Na próxima rodada, a penúltima do returno, o Sada/Cruzeiro enfrenta o Brasil Kirin, no dia 21 de fevereiro, às 21h30min, no ginásio do Taquaral. No mesmo dia, às 19h, o Minas Tênis Clube terá mais um duelo mineiro, desta vez contra o Montes Claros, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Everaldo, Escobar, João Rafael, Samuel, Otávio, Flávio e Lucianinho (líbero)
entraram: Bruno Canuto, Franco e Felipe
Técnico: Nery Tambeiro

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Leal, Filipe, Isac, Éder e Serginho (líbero)
entraram: PV, Fernando, Kadu e Douglas Cordeiro
Técnico: Marcelo Mendez

foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Nenhum comentário:

Postar um comentário