domingo, 8 de fevereiro de 2015

(Superliga) Fora de casa, Brasil Kirin supera Sesi-SP no tie-break

O Brasil Kirin derrotou o Sesi-SP por 3 sets a 2, parciais de 20/25, 25/23, 25/21, 16/25 e 15/13, no ginásio da Vila Leopoldina, pela 9ª rodada do returno da Superliga 2014/2015. Com o resultado, a equipe de Campinas chegou aos 42 pontos e aparece na terceira posição, enquanto o time paulistano está no quarto lugar, com 40 pontos ganhos.

O primeiro set começou equilibrado, mas o Sesi-SP conseguiu fechar o primeiro técnico com dois pontos de vantagem (8 a 6). Com erros de saque dos dois lados, os times se estudavam para encaixar o melhor ritmo. O meio de rede Gustavão virou boas bolas para o Brasil Kirin, assim como a entrada do oposto Baiano garantiu uma sequência de pontos de ataque e bloqueio. Mesmo assim, o time da casa, empurrado pela torcida, conseguiu abrir 16 a 12 no segundo tempo técnico e administrar a vantagem, vencendo o primeiro set por 25 a 20.

Os campineiros melhoraram no segundo set. Com bela atuação do ponteiro João Paulo Bravo emplacando uma sequência de ataques e o saque forçado do central Luizinho fizeram com que a equipe conseguisse chegar à vantagem nos dois tempos técnicos: 8-7 e 16 a 10. O adversário acordou no jogo e conseguiu diminuir a vantagem de quatro pontos imposta pelo Brasil Kirin (20 a 16) e virou (21 a 20). A partir daí, o set foi eletrizante. Com as equipes disputando ponto a ponto, o time de Campinas contou com dois aces do oposto Vini para fechar o placar em 25 a 23 e decretar a vitória do segundo set para os visitantes.

No terceiro set, o Brasil Kirin manteve o embalo da vitória no set anterior e, novamente, conseguiu vantagem nos dois tempos técnicos (8 a 7 e 16 a 14). O destaque foi para o líbero Pará, que fez uma grande defesa com os pés, finalizada em ataque do central Gustavão, arrancando gritos e aplausos da torcida de Campinas que compareceu no ginásio do Vila Leopoldina, em São Paulo, para apoiar a equipe. Foi com esse apoio que os campineiros conseguiram a vitória do set em 25 a 21.

O quarto set foi de domínio do time da casa (8 a 7 e 16 a 10 nos dois tempos técnicos). Com jogadas polêmicas e muita reclamação com a arbitragem, os dois times buscavam o resultado. O ponteiro João Paulo Tavares ainda concluiu bons side outs, mas os visitantes não conseguiram evitar a derrota por 25 a 16. O jogo seria decidido no tie-break. No set decisivo, o Sesi-SP começou melhor, mas o Brasil Kirin tratou de diminuir a vantagem, contando com o bloqueio de Luizinho. O time de Campinas conseguiu o empate e, em seguida, a virada (12 a 11) em um momento decisivo do jogo. Com muita vibração, o Vôlei Brasil Kirin fechou o set em 15 a 13.

"Foi um jogo difícil, mas a gente acredita no potencial de cada um e o resultado é esse aí, muita disposição e vibração em quadra, que faz com que o time jogue mais leve e solto. Nos momentos de dificuldade, soubemos nos superar e conquistamos essa importante vitória fora de casa", declarou o técnico Alexandre Stanzioni.

O próximo desafio do Brasil Kirin será contra o líder Sada/Cruzeiro, no ginásio do Taquaral, no dia 21 de fevereiro, às 21h30min. No mesmo dia, às 18h, o Sesi-SP recebe o São José dos Campos, no ginásio da Vila Leopoldina.

Equipes:

Sesi-SP: Marcelinho, Rafael Araújo, Maurício, Riad, Lucão, Lucarelli e Serginho (líbero)
entraram: Thiaguinho, Mão e Murilo
Técnico: Marcos Pacheco

Brasil Kirin: Sandro, Gustavão, Luizinho, João Paulo Bravo, João Paulo Tavares, Vini e Ary (líbero)
entraram: Baiano, Jotinha e Dianini
Técnico: Alexandre Stanzioni

foto: Sesi-SP/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário