(Copa Brasil) Funvic/Taubaté passa pelo Brasil Kirin e fatura título

Diante de 2.700 pessoas no ginásio do Taquaral, a Funvic/Taubaté derrotou o Brasil Kirin por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/21 e 25/20, conquistando o título da Copa Brasil. Com a vitória em plena casa do adversário, a equipe do Vale do Paraíba, que havia eliminado o atual campeão Sada/Cruzeiro nas semifinais, garantiu vaga para o Campeonato Sul-Americano de Clubes.

O oposto Lorena abriu o placar do jogo para a Funvic/Taubaté. Quando o time visitante vencia por 3 a 1, o central Luizinho se contundiu e foi substituído pelo número Bruno. O Brasil Kirin buscou e encostou em 7 a 6. Com Sidão, a equipe de Taubaté voltou a abrir três de vantagem (13 a 10). Com ponto de Lipe, a Funvic/Taubaté chegou a 16 a 11. A diferença no placar aumentou ainda mais. No bom saque de Lipe, o time do Vale do Paraíba fez 22 a 15. Com Dante, o Taubaté/Funvic fechou em 25 a 17.

Lipe abriu o segundo set com ponto de bloqueio. Com Gustavão em combinação rápida pelo meio, o Brasil Kirin encostou no placar, deixando a vantagem adversária em apenas um ponto: 4 a 3. O set passou a ter ainda mais equilíbrio quando, no bom saque de Gustavão, o time da casa fez 6 a 5. No bloqueio de Vini, o Brasil Kirin fez 11 a 7. Também com bloqueio, a equipe de Campinas fez 16 a 11. O Brasil Kirin administrou a vantagem e fez 19 a 15. Em boa passagem de Lipe pelo saque e com três bloqueios seguidos, a Funvic/Taubaté assumiu o comando do placar: 21 a 20. O time de Taubaté, então, virou e fechou em 25 a 21.

Embalado pela vitória nos dois primeiros sets, a Funvic/Taubaté começou melhor o terceiro e, com Lipe em bom momento, fez 8 a 5. No erro do adversário, a equipe visitante fez 11 a 8. Com Vini, o Brasil Kirin encostou em 11/10. A Funvic/Taubaté voltou a pontuar e, quando fez 13/10, Stanzioni pediu tempo. O time do Vale do Paraíba manteve o bom ritmo e fez 16/12. O Brasil Kirin reduziu a diferença para 16 a 14 e, depois, para 17 a 16. Mas o Taubaté voltou a pontuar e, quando fez 20 a 16, o time de Campinas parou o jogo. Com Lipe, O Taubaté/Funvic fechou em 25 a 20.

“Nós trabalhamos muito forte e a união do nosso time, principalmente nessa fase final da Copa, foi fundamental. Trabalhamos em uma intensidade enorme, com todos focados o tempo inteiro e cada um ciente da sua responsabilidade”, disse o ponteiro Lipe.

“Realmente a pressão estava para o nosso lado e tínhamos que aceitar isso. Trabalhamos com essa responsabilidade. Nossos objetivos eram esses: ser campeão do Paulista, chegar à final da Copa Banco do Brasil e disputar uma semifinal de Superliga. Já alcançamos os dois primeiros. Agora, vamos continuar carregando isso e parabéns aos atletas, que estão se dedicando ao máximo”, afirmou o treinador Cézar Douglas.

“Fizemos uma boa campanha na Copa Banco do Brasil mesmo com todos os problemas de contusão que tivemos e isso só aconteceu pela entrega e dedicação de todos da equipe. A Funvic/Taubaté sacou muito bem durante toda a partida e nós não conseguimos equilibrar a equipe. Agora vamos nos focar nos objetivos na Superliga”, declarou o ponteiro João Paulo Bravo.

Após o fim da Copa Brasil, as duas equipes voltam a atenção para a Superliga 2014/2015. O Brasil Kirin volta à quadra na próxima quarta-feira, às 21h, para enfrentar o Canoas Vôlei, no ginásio La Salle. No mesmo dia, às 20h, a Funvic/Taubaté jogará contra o Voleisul/Paquetá Esportes, no ginásio Abaeté.

Equipes:

Brasil Kirin: Sandro, Baiano, Gustavão, Luizinho, Bravo, João Paulo Tavares e Pará (líbero)
entraram: Baiano, Jotinha e Secco
Técnico: Alexandre Stanzioni

Funvic/Taubaté: Raphael, Lorena, Sidão, Maurício, Lipe, Dante e Felipe (líbero)
entraram: Thiago Sens
Técnico: Cézar Douglas

foto: Alexandre Arruda/CBV

Comentários