(Copa Brasil) Brasil Kirin e Funvic/Taubaté brigam pelo título

Brasil Kirin e Funvic/Taubaté fazem neste sábado, às 22h, a final da Copa Brasil, no ginásio Taquaral. Para este duelo, a expectativa é de um grande jogo, pois o time de Campinas terá o apoio de sua torcida e a equipe do Vale do Paraíba vem embalada pela vitória sobre o atual campeão da competição, Sada/Cruzeiro. A partida terá transmissão do Sportv e da TV Brasil.

Desfalcado de três jogadores, sendo dois na mesma posição (os opostos Wallace e Michael e o líbero Alan), o Brasil Kirin tem se superado a cada partida. Para passar pelo Minas Tênis Clube na semifinal, o técnico Alexandre Stanzioni utilizou o central Vini como oposto e, com boa atuação de todo o grupo, garantiu a classificação. Agora, com o apoio do torcedor novamente, a intenção é garantir o título.

“Jogamos contra o time deles no Campeonato Paulista e na Superliga e sabemos que eles têm um saque muito forte, especialmente com Lorena, Sidão e Lipe, e um poder no ataque muito bom também. Além disso, têm um plantel muito qualificado, mas estamos com algumas mudanças no elenco que podem surpreender. Acredito que vai ser um bom jogo”, disse o central Luizinho.

“Será um jogo complicado. A Funvic/Taubaté tem uma equipe forte e já nos enfrentamos algumas vezes nessa temporada. Vamos ter que pressionar bastante no saque para dificultar o sistema de jogo deles. Também teremos o fator casa a favor e tenho certeza que a nossa torcida comparecerá em peso no ginásio para apoiar o nosso grupo”, declarou o treinador Alexandre Stanzioni.

Pelo lado da Funvic/Taubaté, a vitória sobre o Sada/Cruzeiro mostrou que o time tem condições de vencer qualquer equipe. O técnico Cézar Douglas prevê dificuldades contra o Brasil Kirin, principalmente pelo fato do adversário jogar em casa, porém todos na equipe do Vale do Paraíba sabem o que vão encontrar e conhecem bem o rival que estará do outro lado da quadra.

“O Brasil Kirin tem um time muito compacto, perdeu peças e está conseguindo forças com o grupo, o que é sempre muito importante. Além disso, conta com o fator casa, que pode fazer a diferença em partidas decisivas como essa. Tenho certeza que vai ser um jogo muito complicado, difícil e um espetáculo do voleibol brasileiro, que eu fico muito contente em poder participar”, afirmou o levantador Raphael.

“É o jogo mais difícil do campeonato. Dentro de Campinas, sabemos que o lado emocional vai influenciar bastante e essa é uma equipe que está buscando cada vez mais a superação pelos desfalques. O nosso time não pode cair nessa armadilha. Tem que entrar como foi no jogo pela semifinal porque teremos uma super decisão”, declarou o treinador Cézar Douglas.

Equipes:

Brasil Kirin: Sandro, Baiano, João Paulo Tavares, Bravo, Luizinho, Gustavão e Pará (líbero)
Técnico: Alexandre Stanzioni

Funvic/Taubaté: Raphael, Lorena, Sidão, Maurício, Lipe, Dante e Felipe (líbero)
Técnico: Cézar Douglas

foto: Alexandre Arruda/CBV

Comentários