(Superliga) Montes Claros joga muito e vence Sesi-SP no tie-break

No encerramento da 1ª rodada do returno da Superliga 2014/2015, o Montes Claros derrotou o Sesi-SP por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 32/34, 21/25, 28/26 e 15/12, no ginásio da Vila Leopoldina. Com o resultado, o time mineiro alcançou 15 pontos e manteve a sétima posição, enquanto a equipe paulistana segue no quinto lugar, com 21 pontos ganhos.

A partida começou com os visitantes abrindo 2 a 0 após bom saque do central Salsa. Depois de uma sequência de boas defesas o time da casa conseguiu o empate em 5 a 5, e logo depois Lucarelli aproveitou o contra-ataque para virar o placar, 6 a 5. O Montes Claros recuperou a vantagem e fez 11 a 9 com uma bola de Pedrão pelo meio. O levantador Rodriguinho, com uma bola de segunda, deixou a vantagem maior a favor do time mineiro na parada técnica, 16 a 13. Pedrão aproveitou uma bola de tempo e fez 20 a 17 para Montes Claros. Com bloqueio de Riad, o Sesi-SP se aproximou e obrigou o treinador adversário a parar o jogo, mesmo com 23 a 21 no placar. Os visitantes fecharam o set com um toque na rede de Marcelinho, 25 a 22.

O time mineiro abriu o placar da segunda parcial com o erro de ataque de Riad. O Montes Claros chegou a abrir dois pontos, mas o Sesi-SP voltou a deixar tudo igual em 5 a 5 com o contra-ataque de Lucarelli. Novamente as equipes continuaram trocando bolas, e Riad empatou o jogo com um ace, 11 a 11. Em seguida, no contragolpe de Lucarelli, os donos da casa reverteram o placar em 12 a 11. O Sesi-SP manteve a ligeira vantagem nas disputas seguintes até 19 a 18, quando o Montes Claros marcou duas vezes seguidas e virou o jogo na reta final do set, 20 a 19. A disputa continuou acirrada, e com muitos erros de saque. Ambos os lados tiveram oportunidades para definir a parcial, mas quem conseguiu foi Lucarelli, que fez 34 a 32, empatando a partida.

No terceiro set o Sesi-SP manteve a liderança desde o começo, e com os dois toques do ponteiro Ceará, o time da casa abriu três pontos e chegou na frente no tempo técnico, 8 a 5. Com um bloqueio de Riad a diferença aumentou 11 a 7. Maurício Borges explorou o bloqueio adversário e fez 16 a 10. O Montes Claros reagiu e fez três pontos seguidos, mesmo assim, a diferença ainda se manteve em 19 a 16. Vindo do fundo e sem bloqueio, Lucarelli marca 21 a 16. A equipe paulista administrou a vantagem e fechou em 25 a 21 com o ataque do oposto Rafa.

A quarta etapa do jogo começou com a virada de bola do Montes Claros. Pedrão aumentou a vantagem mineira para 4 a 2. Os dois lados trocaram de posição no placar, mas uma bola de graça para o Montes Claros recolocou o representante de Minas Gerais com vantagem, 12 a 10. O bloqueio de Rogério deixou o Sesi-SP próximo aos adversários, 14 a 13. Os donos da casa empataram com o erro de recepção dos visitantes, 15 a 15. A disputa seguiu ponto a ponto, da mesma forma como o que aconteceu no segundo set, até que com um contra-ataque de Polaco, o Montes Claros fechou o set em 28 a 26.

O tie-break começou favorável para o time mineiro que abriu 3 a 0, obrigando ao técnico do Sesi-SP, Marcos Pacheco, a parar logo a partida. O erro de ataque de Salsa reduziu a diferença para 4 a 3. A equipe paulista empatou a partida em 6 a 6, mas logo depois , Ceará reabriu a vantagem com um contra-ataque, 8 a 6. Salsa, com um bloqueio, fez 11 a 9, para o Montes Claros. Edinho explorou o bloqueio e aumentou para 13 a 10. Com o erro de saque de Lucarelli, o time de Minas Gerais fechou o set em 15 a 12 e a partida.

“O importante foi o resultado positivo para a equipe. Todos estamos de parabéns. Independente do que aconteça no jogo, aqueles que estão no banco têm que estar concentrados e ligados, prestando atenção para poder entrar em quadra e contribuir da melhor maneira”, declarou o oposto Edinho.

No próximo sábado, às 11h, o Sesi-SP enfrenta o Voleisul/Paquetá Esportes, no ginásio da Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo. No mesmo dia, às 19h30min, o Montes Claros pega o Sada/Cruzeiro, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Sesi-SP: Rafael, Marcelinho, Aracajú, Riad, Lucarelli, Maurício Borges e Serginho (líbero)
entraram: Théo, Thiaguinho e Rogério
Técnico: Marcos Pacheco

Montes Claros: Léo, Rodriguinho, Salsa, Pedrão, Polaco, Ceará e Ezinho(líbero)
entraram: Túlio, Edinho, Cléber e Índio
Técnico: Marcelo Ramos

foto: Lucas Dantas/Sesi-SP/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro