(Copa Brasil) Canoas Vôlei bate Sesi-SP e avança na competição

Na abertura da 2ª edição da Copa Banco do Brasil, o Canoas Vôlei derrotou o Sesi-SP por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/18, 25/22 e 28/26, no ginásio da Vila Leopoldina. Com o ponteiro Rodrigo Quiroga e o oposto Dennis jogando muito, os gaúchos avançaram na competição e agora enfrentam o Minas Tênis Clube. No dia 14 de janeiro, em Belo Horizonte, na próxima fase.

O Canoas Vôlei abriu o placar no erro de saque do adversário. Na sequência, o time da casa respondeu com o central Riad e o placar ficou em 1 a 1. O jogo seguiu equilibrado no início do set (3 a 3). A equipe gaúcha colocou dois de vantagem em 6 a 4. O Vôlei Canoas seguiu na frente e, com Lucarelli, o Sesi-SP chegou ao empate em 9 a 9. No ponto de saque de Tiago Barth, o grupo de Canoas voltou a abrir dois pontos (13 a 11) e o técnico Pacheco pediu tempo. Na volta, o central conseguiu mais um ponto neste fundamento. A vantagem do Vôlei Canoas esteve em três pontos em 17 a 14. O Sesi-SP encostou em 20 a 19. E foi com Lucão que o time da casa virou o placar em 23 a 22. Na sequência, melhor para o Sesi-SP, que fechou em 25 a 23.

O Canoas Vôlei voltou firme para o segundo set e abriu 3 a 1. Assim como no set anterior, o time visitante seguiu no comando do placar durante todo o início e fez 8 a 6. A diferença no marcador aumentou ainda mais em 10 a 6. O Sesi-SP reduziu e a vantagem gaúcha esteve em apenas dois pontos no segundo tempo técnico (16 a 14). Só que o Vôlei Canoas voltou a pontuar bem e, na diagonal de Quiroga, chegou a 19 a 14. A equipe visitante impôs um forte ritmo e venceu o set por 25 a 18.

O Sesi-SP começou com o oposto Rafael no time titular e foi com ele que o time da casa chegou ao empate em 4 a 4. O Canoas Vôlei esteve em vantagem no primeiro tempo técnico (8 a 6), mas, no ataque de Lucarelli e no bloqueio de Marcelinho, o Sesi-SP deixou tudo igual em 8 a 8. No ace de Lucarelli, o time da casa assumiu o comando do marcador. As equipes passaram a trocar pontos e, no bloqueio de Dennis, o Canoas fez 12 a 10. A vantagem gaúcha esteve em quatro pontos (16 a 12). No bom saque de Lucarelli, o time paulista reduziu a diferença: 18 a 16. Contando com erros do adversário, o Vôlei Canoas fez 22 a 17. Em boa sequência de Marcelinho no saque, o Sesi-SP encostou em 22 a 21. Mas o time visitante fechou em 25 a 22.

O quarto set começou mais uma vez com equilíbrio, com o empate em 4 a 4. No ace de Gustavo, o Canoas fez 7 a 5. Com bom desempenho no saque, o time visitante fez 12 a 8 e forçou o técnico Marcos Pacheco a pedir tempo. A equipe gaúcha se manteve no comando do marcador (15 a 13) e, depois, em 18 a 16. Quando o Vôlei Canoas fez 21 a 18, o técnico do Sesi-SP fez mais um pedido de tempo. Com o oposto Dennis inspirado, o grupo gaúcho seguiu melhor. Com dois pontos de Rafael, o Sesi-SP encostou em 23 a 22, e Marcos Miranda parou o jogo. No bom saque de Lucarelli, o Sesi-SP chegou ao empate (24 a 24). Com ponto de saque de Lucão, o Sesi-SP fez 26 a 25. Após equilíbrio, o Canoas Vôlei fechou em 28 a 26.

“Estou muito feliz. Esse foi um resultado importante para o projeto do Canoas. Tem apenas uma semana que voltei aos treinamentos e conseguir essa vitória é muito especial. Jogamos bem, concentrados e com alegria durante toda a partida. Foi um jogo que sabíamos que seria complicado pela qualidade da equipe do Sesi-SP. A vitória foi o resultado de muito trabalho, além da união do grupo”, destacou o oposto Dennis.

“Nós tivemos uma sequência ruim de jogos fora de casa pela Superliga, mas a equipe esta unida, independentemente de quem estiver em quadra. O nosso grupo está ficando muito forte e agora está na hora de colhermos os frutos”, disse o líbero Palotti.

“Nosso time falhou bastante, nosso saque não entrou bem, o bloqueio não funcionou e deixamos o Dennis marcar muitos pontos. Foi um pouco de deficiência tática do nosso time. Temos que aprender com isso, já que, infelizmente, a vitória ficou com o adversário”, comentou o ponteiro Lucarelli.

“Não estamos conseguindo ser um time equilibrado tanto na Superliga como na Copa Brasil. Hoje, tivemos chance de fazer diferente, em uma competição nova, e mantivemos a nossa rotina. Não conseguimos colocar pressão no Vôlei Canoas e eles foram melhores”, afirmou o treinador Marcos Pacheco.

Agora, as equipes entram em recesso neste final de ano. O próximo desafio do Canoas Vôlei será no dia 10 de janeiro, às 18h, contra São José dos Campos, no ginásio La Salle. Já o Sesi-SP pega a Funvic/Taubaté, no dia 6 de janeiro, às 21h30min, no ginásio da Vila Leopoldina. Os dois jogos são válidos pela Superliga 2014/2015.

Equipes:


Sesi-SP
: Marcelinho, Theo, Riad, Lucão, Lucarelli, Maurício Borges e Serginho (líbero)
entraram: Thiaguinho, Rafael, Douglas e Leandro Aracaju
Técnico: Marcos Pacheco

Canoas Vôlei: Evandro, Dennis, Gustavo, Tiago Barth, Quiroga, Alê e Palotti (líbero)
entraram: Paulo Renan e Jardel
Técnico: Marcos Miranda

foto: Alexandre Arruda/CBV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro