(Mineiro) Em jogo parelho, Sada/Cruzeiro derrota Montes Claros

Na partida de abertura do Campeonato Mineiro, o Sada/Cruzeiro venceu Montes Claros por 3 sets a 1, parciais de 22/25, 25/21, 25/20 e 28/26, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, o time celeste inicia bem sua caminhada em busca do pentacampeonato estadual, enquanto o Pequi Atômico mostrou que pode sim fazer frente a qualquer equipe e vai brigar para chegar na decisão deste ano.

O primeiro set foi bastante equilibrado e tendo como curiosidade a presença de jovens no elenco do Sada/Cruzeiro, como o ponteiro Kadu, o líbero Kachel e o central Éder Levi. Com as duas equipes disputando ponto a ponto, a segunda parada técnica tinha o Montes Claros na frente com 14 a 16. Essa vantagem foi se mantendo e com destaque para a distribuição de Rodriguinho, os visitantes fecharam em 22 a 25.

O segundo set também foi bastante parelho, principalmente no início, sendo que Montes Claros chegou a frente na segunda parada técnica com: 15 a 16. Com o oposto PV e o central Douglas Cordeiro bem no ataque, o Sada/Cruzeiro conseguiu virar o placar e abrir três pontos: 20 a 17, sendo que essa vantagem foi mantida e no final, os donos da casa venceram por 25 a 21.

Embalado pela vitória no período anterior, o Sada/Cruzeiro começou o terceiro set muito forte e logo fez 4 a 0, sendo que na primeira parada técnica vencia por 8 a 5. Montes Claros, com destaque para o ponteiro Túlio e o oposto Léo Mello, conseguiu encostar no placar e na segunda parada técnica perdia apenas por 16 a 14. No final, muita disputa, mas os visitantes tiveram paciência e bom desempenho nos contra-ataques para vencer por 25 a 20.

O quarto set foi de arrepiar e quem esteve no ginásio do Riacho viu uma parcial sendo disputada ponto a ponto. Precisando vencer para forçar o tie-break, o Montes Claros resolveu forçar bastante o saque para quebrar o passe adversário e dificuldade a vida do levantador William. No Sada/Cruzeiro, o oposto PV era o homem de segurança, que ajudou o time a fazer 16 a 14 no segundo tempo técnico. Com bastante equilíbrio, as equipes chegaram a 24 a 24 e com a pressão passando de um lado para o outro até que os donos da casa fizeram 28 a 26.

“Um dos nossos objetivos neste ano é misturar a experiência e a juventude, para fazer crescer os meninos da base, que têm pouca experiência na Superliga. Fiquei satisfeito e acho que temos que continuar trabalhando muito, para adaptar os meninos ao nosso sistema de jogo. Fiz esse revezamento com os líberos. Em um set jogava Kachel como defensor, no outro jogava o Serginho, em um set um passava e o outro não. Acho que foi muito importante, principalmente para Kachel, que correspondeu bem, e acho que estamos em um bom caminho”, enfatizou o técnico Marcelo Mendez.

“Fiquei muito contente, pois a equipe seguiu à risca nossa estratégia de jogo. Não poderíamos dar pontos de graça para o adversário, e os atletas mantiveram um ótimo nível. Ainda precisamos melhorar em várias coisas, corrigir alguns defeitos, mas foi um início promissor e esperamos fazer uma boa temporada. A equipe está unida e isso é muito importante”, disse o treinador Carlos Schwancke.

Neste sábado, às 17h, o Sada/Cruzeiro volta a quadra para enfrentar a UFJF, em Juiz de Fora. Já o Montes Claros só retorna a competição no outro sábado, dia 6, 17h, quando recebe o Minas Tênis Clube, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:


Sada/Cruzeiro:
William, PV, Filipe, Kadu, Douglas Cordeiro, Éder Levi e Serginho (líbero)
entraram: Kachel, Leal, Lucas Salim e Isac
Técnico: Marcelo Mendez

Montes Claros: Rodriguinho, Léo, Ceará, Lucas, Salsa, Túlio e Ezinho (líbero)
entraram: Acácio, Edinho e Polaco
Técnico: Carlos Schwanke

foto: Renato Araújo/Sada/Cruzeiro/Divulgação

Comentários