Com equipe experiente, Brasil já treina para o Mundial Militar

Entre os dias 20 e 31 de julho ocorre no Brasil o Mundial Militar e a Seleção Brasileira da categoria já treina no bairro da Urca, no Rio de Janeiro, de olho no título da competição. No grupo de jogadores, destaque para jovens talentos que se destacaram na temporada passada e nomes conhecidos do voleibol nacional, que defendem equipes importantes da Superliga.

Entre os jovens, destaque para o oposto Najari, que estava no Moda/Maringá e agora está sem clube; o ponteiro Ygor Ceará, que fez boa Superliga pelo São Bernardo, além do líbero Lukinhas, que defendeu o Vivo/Minas. No caso dos experientes, a Seleção Militar conta com o ponteiro Renato, do Ziober/Maringá, o levantador Vinhedo, que vai defender o Benfica, de Portugal, e os centrais Vini, do Brasil Kirin/Campinas, e Giovanni, que atuou pelo Kappesberg/Canoas.

“Estamos trabalhando a parte física e, aos poucos, o volume. Teremos dois meses de preparação (...) Aprendi muito aqui dentro, tive a oportunidade de jogar dois Mundiais, que foram muito importantes para a minha carreira”, declarou oposto Najari.

Essa será 33ª edição do Mundial Militar de Vôlei Masculino e o Centro de Capacitação Física do Exército na Urca, onde a equipe brasileira treina, será a sede do torneio. Ao todo, doze seleções irão se enfrentar e a expectativa é de boa presença de público, já que a entrada é gratuita.

foto: Divulgação

Comentários