(Superliga) Sada/Cruzeiro mostra sua força e conquista o bicampeonato

O Sada/Cruzeiro conquistou a Superliga 2013/2014 ao vencer o Sesi-SP por 3 sets a 0, parciais de 21/19, 21/17 e 21/18, em um ginásio do Mineirinho lotado, em Belo Horizonte. Essa foi a quinta conquista da equipe celeste nesta temporada, já que antes o grupo comandado por Marcelo Mendez faturou ainda o Campeonato Mineiro, a Copa Brasil, o Sul-Americano e o Mundial de Clubes. 

O time mineiro fez os três primeiros pontos da partida. O Sesi-SP equilibrou as ações e empatou (3 a 3). O Sada/Cruzeiro foi para o primeiro tempo técnico com um de vantagem (7 a 6). A equipe celeste conseguiu dois bloqueios seguidos e abriu três (12 a 9). O time paulista encostou no marcador e deixou tudo igual (13 a 13). Com uma boa sequência de saques do central Isac, o time da casa voltou a abrir no marcador (16 a 13). Com um ace do central Éder, o Sada/Cruzeiro fez 20 a 17. O Sesi-SP encostou no final, mas a equipe celeste segurou a vantagem e venceu o set por 21 a 19.

O segundo set começou equilibrado. Com um ace do central Éder, o Sada/Cruzeiro fez 6 a 5. O set ficou disputado ponto a ponto. O volume de jogo da equipe mineira funcionava e o time cruzeirense abriu dois (11 a 9). Os donos da casa foram para o segundo tempo técnico com dois de vantagem (14 a 12). Bem no bloqueio e no saque, o time mineiro abriu três (18 a 15). A equipe cruzeirense seguiu melhor e fechou o segundo set por 21 a 17.

O Sada/Cruzeiro começou melhor o terceiro set e fez 4 a 1. O técnico Marcos Pacheco trocou os ponteiros. Entrou Manius e saiu Lucarelli. O time celeste seguiu melhor e foi para o primeiro tempo técnico com quatro de vantagem (7 a 3). Com bons saques e contra-ataques, o Sada/Cruzeiro fez 17 a 11. A equipe celeste seguiu melhor até o final e venceu o set por 21 a 18.

“A nossa equipe cresceu e amadureceu muito nesta temporada. Nós aprendemos a jogar decisões e isso é fundamental. Aprendemos a viver momentos de dificuldade e tensão. Sabemos que a equipe do Sesi-SP é uma grande equipe e, por isso, entramos ligados desde o início. Eu sou mineiro e foi muito bom ver esse ginásio cheio com minha família e amigos na arquibancada. Conseguimos apresentar nosso jogo e ficar com esse título. O grupo está de parabéns”, disse o ponteiro Filipe.

“O time jogou muito bem. Fizemos o nosso jogo e fomos eficientes no saque e no ataque. No entanto, acredito que o diferencial do Sada Cruzeiro seja a força do grupo. Esse é um grupo de guerreiros e jogamos como uma equipe do início ao fim da temporada. O time está de parabéns por tudo que fez ao longo desta temporada. A torcida também teve um papel grande nessa conquista”, declarou o técnico Marcelo Mendez.

“Eles jogaram muito bem hoje. Sacaram e defenderam bem e estão de parabéns. Nós tentamos fazer a nossa parte, mas não conseguimos. Eles ganharam dentro de quadra e a conquista do título é mérito deles”, analisou o ponteiro Lucarelli.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Filipe, Leal, Isac, Éder e Serginho (líbero)
entraram: Vinhedo, Paulo Victor e Douglas Cordeiro
Técnico: Marcelo Mendez

Sesi-SP: Sandro, Renan, Lucarelli, Murilo, Sidão, Lucão e Serginho (líbero)
entraram: Thiaguinho, Rogério, Mão e Manius
Técnico: Marcos Pacheco

foto: Alexandre Arruda/CBV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira