(Superliga) Sada/Cruzeiro joga demais e abre 1 a 0 na serie contra o Vivo/Minas

Jogando no ginásio do Riacho, o Sada/Cruzeiro venceu o Vivo/Minas por 3 sets a 0, parciais de 21/11, 21/18 e 21/16 e abriu 1 a 0 na serie semifinal da Superliga 2013/2014. Os dois clubes voltam a se enfrentam no próximo sábado, às 10h, na Arena, em Belo Horizonte, e em caso de nova vitória, o time celeste avança para a decisão. Já os comandados de Ricardo Picinin precisam vencer para forçar um terceiro duelo, em Contagem.

O ponteiro Filipe abriu o placar do jogo a favor do Sada/Cruzeiro. Com ampla vantagem, o time da casa ainda abriu 7 a 1. Contando com erros do Vivo/Minas, a equipe de Contagem seguiu na frente, com 10 a 4. Bem no bloqueio, os donos da casa não deram chances ao adversário e abriram 12 pontos de diferença em 17 a 5. Com grande propriedade, o Sada/Cruzeiro venceu o primeiro set por 21 a 11.

O segundo set começou mais equilibrado, com o time cruzeirense vencendo por apenas um ponto: 6 a 5. A equipe da casa voltou a abrir boa vantagem no placar em 9 a 5. No ponto de bloqueio do ponteiro Maurício, o Vivo/Minas reduziu a diferença para 10 a 7. A vantagem do Sada/Cruzeiro aumentou quando o placar apresentou 16 a 11. No bloqueio do central Henrique, o Vivo/Minas voltou a diminuir a diferença (16 a 13) e, no erro do adversário, a equipe visitante ainda fez 16 a 14. Mas o Sada Cruzeiro voltou a pontuar bem e fechou em 21 a 18.

O início do terceiro também foi bem disputado com a diferença no placar girando em torno de um ou dois pontos a favor do time da casa (7 a 5). Com o central Otávio, o Vivo/Minas deixou o placar com apenas um ponto de desvantagem: 8 a 7. Quando Filipe levou o time da casa a abrir três pontos (12 a 9), o Vivo/Minas pediu tempo. No ataque do cubano Leal, o Sada/Cruzeiro fez 17 a 13 e se aproximou da vitória. No final, a equipe cruzeirense venceu por 21 a 16.

“O nosso time jogou muito bem no saque, no bloqueio e ainda soube aproveitar os contra-ataques. Fizemos um primeiro set quase perfeito. Depois continuamos jogando bem, fortes na defesa e com uma excelente distribuição do William”, destacou o treinador Marcelo Mendez.

“Ainda não foi o nosso melhor jogo. Podíamos aproveitar um pouco mais algumas bolas que treinamos. Mas foi uma boa partida. O time foi agressivo e tem que ser assim nessa fase do campeonato. Agora, a nossa responsabilidade aumenta. A cobrança é cada vez maior, mas o nosso time é experiente e está preparado. Espero fazer um bom jogo no sábado de novo”, comentou o levantador William.

“Nosso time jogou muito nervoso e não colocou em prática tudo que vem treinando. Mas ainda temos outro jogo, o pensamento de agora em diante é totalmente no próximo jogo e no que precisamos fazer”, disse o treinador Ricardo Picinin.

“Perdemos, e precisamos pensar no que aconteceu. Se não tivemos a preparação mental adequada, vamos tentar descobrir porque isso aconteceu. O Cruzeiro é uma equipe muito forte. Nem sempre o que preparamos, vai acontecer no jogo. Eles nos colocaram em enormes dificuldades e não conseguimos solucionar a tempo de virar. Agora temos uma semana para preparar novamente e, em casa, é um segundo jogo e vamos com tudo, querendo trazer a terceira partida para cá novamente”, disse o levantador Marcelinho.

Equipes:

Sada/Cruzeiro
: William, Wallace, Isac, Éder, Filipe, Leal e Serginho (líbero)
entraram: Vinhedo e PV
Técnico: Marcelo Mendez

Vivo/Minas: Marcelinho, Filip, Otávio, Henrique, Maurício, Lucas Loh e Lukinhas (líbero)
entraram: Rapha, Franco e Bjelica
Técnico: Ricardo Picinin

foto: Renato Araújo - Divulgação Sada Cruzeiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro