(Superliga) Sada/Cruzeiro e Vivo/Minas abrem as semifinais em Contagem

O estado de Minas Gerais vai se dividir na semifinal da Superliga 2013/2014, quando Sada/Cruzeiro e Vivo/Minas estarão frente a frente na busca por uma vaga na final da competição. A série melhor de três jogos terá início neste sábado, às 21h30min, no ginásio do Riacho, em Contagem. O time cruzeirense tem a vantagem de fazer dois jogos em casa e de escolher onde abrir a série por ter classificado em melhor posição. A partida terá transmissão do Sportv.

Melhor campanha da fase classificatória, o Sada/Cruzeiro contará com o ginásio do Riacho completamente lotado, já que todos os ingressos do time celeste foram vendidos em menos de uma hora, na manhã desta sexta-feira. Com um retrospecto incrível na temporada, quatro títulos conquistados em todos os torneios que disputou, o elenco comandado pelo técnico Marcelo Mendez ainda almeja muito mais.

“A rivalidade com o Vivo/Minas começa com o fato de estarmos no mesmo estado. Nos últimos anos, temos jogado bem, temos vantagem nos números, mas chega um momento como esse em que ninguém se lembra disso, porque isso não entra em quadra (...) O Vivo/Minas tem uma equipe bem experiente, comandada pelo Marcelinho, levantador que conheço muito bem porque comecei a jogar com ele. Ele sabe muito bem comandar um time, principalmente nesta fase. Mas nossa equipe está acostumada com esse tipo de decisão. Espero que a gente esteja bem no sábado, para todos jogarem o seu máximo e a gente sair com uma vitória na série”, destacou o levantador William.

“Em todas as partidas que fizemos contra eles a definição foi em pequenos detalhes. Temos que entrar bem, mostrar um bom saque e ter eficiência nas nossas viradas de bola. O grupo está preparado e precisamos jogar muito bem”, declarou o treinador Marcelo Mendez.

Velhos adversários em quadra, esta é a terceira vez que Vivo/Minas e Sada/Cruzeiro se encontram nesta fase da competição. O clássico em uma semifinal já aconteceu na edição 2008/09, com vitória do time de Belo Horizonte e depois os clubes se encontraram novamente na temporada 2011/2012, quando os cruzeirenses levaram a melhor. O técnico Ricardo Picinin conhece bem o elenco que tem nas mãos e acredita muito na evolução que o time teve na fase final do torneio.

“Nossa equipe está aprimorando cada vez mais, estamos evoluindo no saque e na defesa. No jogo contra o Sada Cruzeiro, que é uma grande equipe, temos que forçar o saque para tirarmos o passe da mão do Willian e termos mais ação nos contra-ataques”, declarou o técnico Ricardo Picinin.

“Já seria um jogo importante e equilibrado por ser uma semifinal de Superliga. Mas é uma partida ainda mais especial por se tratar de um clássico, um confronto entre dois times que se conhecem bem e se enfrentaram muitas vezes esse ano, no Mineiro, no Sul-Americano e no nacional (...) O Sada/Cruzeiro é uma equipe fortíssima, com um poder ofensivo muito alto e que vai jogar em casa. Temos que sacar bem, entrar em quadra muito concentrados e errar pouco. Não podemos cometer falhas bobas, dar pontos para eles, essa é uma série curta e estamos encarando esse jogo como uma final. É uma decisão, voltar de Contagem com um bom resultado é importante e vamos lutar por essa vitória”, lembrou o levantador Marcelinho.

Equipe:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Isac, Éder, Filipe, Leal e Serginho (líbero)
Técnico: Marcelo Mendez

Vivo/Minas: Marcelinho, Filip, Bjelica, Henrique, Maurício, Lucas Loh e Lukinha (líbero)
Técnico: Ricardo Picinin

foto: Renato Araújo/Divulgação/Sada/Cruzeiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações