(Superliga) Sada/Cruzeiro derrota Moda Maringá e vai para a semifinal

Mesmo jogando no ginásio Chico Neto, o Sada/Cruzeiro venceu o Moda Maringá por 3 sets a 1, parciais de 21/17, 21/18, 16/21 e 21/14, no segundo jogo das quartas de final da Superliga 2013/2014. Como já havia ganhado o primeiro duelo, em Contagem, a equipe celeste garantiu vaga na semifinal, onde irá encarar o rival Vivo/Minas, que eliminou o RJ Vôlei também em duas partidas.

O Moda Maringá abriu o placar no erro de ataque do Sada/Cruzeiro. No bloqueio, o time da casa fez 2 a 0. A equipe mineira marcou com bola de segunda do levantador William. Com o ponteiro Filipe, o Cruzeiro empatou em 4 a 4. No ponto de saque do oposto Wallace, o time visitante abriu quatro de vantagem (10 a 6) e o técnico do Moda Maringá pedi tempo. A 6/3dois pontos em 18 a 16, mas no bloqueio, o Sada/Cruzeiro fechou em 21 a 17.

Assim como no primeiro set, o Moda/Maringá começou melhor e abriu 3 a 0. Em boa passagem de Lorena no saque, o time da casa ainda fez 5 a 2 e forçou a equipe adversária a pedir tempo. No contra-ataque do oposto Wallace, o Sada/Cruzeiro chegou ao empate em 8 a 8. A parcial seguiu equilibrada, com pequena vantagem para a equipe mineira (17 a 16). Mas, na reta final, o Sada/Cruzeiro imprimiu seu ritmo forte e venceu por 21 a 18.

Repetindo os sets anteriores, o time paranaense saiu na frente no terceiro e fez 4 a 2. Contando com erros do adversário, o Sada/Cruzeiro deixou o placar igual em 5 a 5. O Moda Maringá voltou a pontuar bem e, com o ponteiro Renato bem no ataque, colocou seis de vantagem (13 a 7). O central Éder foi para o Saque e o time cruzeirense reduziu a vantagem paranaense para apenas dois: 13 a 11. O Moda Maringá reagiu e, com o argentino Quiroga, fez 18 a 13. No final, os donos da casa fecharam em 21 a 16.

Diferente das demais parciais, desta vez, o Sada/Cruzeiro começou melhor e logo abriu 4 a 0, sendo três deles em bloqueio. E com um belo contra-ataque de Wallace, o time mineiro abriu mais um ponto. Depois de colocar cinco de vantagem, o time visitante viu o Moda Maringá se aproximar em 6 a 4. Mas o Sada/Cruzeiro voltou a pontuar bem e, no ace de Éer, fez 10 a 6. A diferença a favor do time mineiro aumentou em 16 a 10. O Sada Cruzeiro seguiu melhor e fechou em 21 a 14.

“Para nós é missão cumprida. Fizemos um bom jogo e o grupo todo está de parabéns por essa classificação. Mas ainda há muito a se fazer. Até agora conseguimos cumprir tudo aquilo que planejamos na Superliga e vamos firmes para mais uma semifinal”, destacou o técnico Marcelo Mendez.

“Não tem nem o que falar. O Davi merece muito mais do que isso e entreguei o troféu a ele dizendo que quero encontrá-lo quando voltarmos para jogar em Maringá na próxima temporada (...) Vai ser uma semifinal muito difícil. Já tivemos vários confrontos contra eles esse ano e todos foram muito complicados. Mas a nossa equipe esta de parabéns pela classificação”, declarou o central Éder.

“Nosso grupo lutou bastante e tem que levantar a cabeça, pois está de parabéns por tudo que fez. Ainda não foi uma temporada regular, como gostaríamos, e a nossa intenção não era enfrentar o Sada/Cruzeiro, time que, na minha opinião, é o melhor do campeonato”, disse o oposto Lorena.

Equipes:


Moda Maringá: Ricardinho, Lorena, Felizardo, Orestes, Quiroga, Renato e Dustin (líbero)
entraram: Rogerinho, Najari, Gelinski e Acácio
Técnico: Horacio Dileo

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Isac, Éder, Filipe, Leal e Serginho (líbero)
entraram: PV, Lucas, Douglas e Diaz
Técnico: Marcelo Mendez

foto: Alexandre Arruda/CBV

Comentários