Planejamento para a temporada 2014/2015 da UFJF depende de convite

A nona colocação na Superliga 2013/2014 não garantiu a UFJF uma vaga direta para a próxima edição do torneio. Entretanto, a diretoria está confiante que a Confederação Brasileira de Vôlei garantirá a participação da equipe mineira através de convite, algo que só deve ser confirmado em meados de junho. A negativa em participa de um quadrangular de descenso deixou o clube a mercê a CBV e, com isso, o planejamento para a temporada seguinte fica adiado.

“O (técnico) Chiquita virá à cidade para fazermos as avaliações individuais, saber quem queremos que permaneça e de quem vamos atrás. Mas não posso me comprometer com nenhum atleta sem ter a certeza de que vamos estar na Superliga. Seria ideal receber essa sinalização até meados de abril ou início de maio. Do contrário, o mercado vai girar e ficaremos no prejuízo”, declarou o diretor-técnico da UFJF, Maurício Bara.

Mesmo não conquistando vaga nos playoffs, a diretoria valorizou a campanha da equipe, principalmente, no returno, quando deu uma importante arrancada e brigou até a última rodada do com o Moda Maringá pela oitava posição. De acordo com Maurício Bara, o sentimento é que time deu mais um passo no sentido de consolidação do projeto no cenário nacional.

No momento estão confirmados para a Superliga 2014/2015 os oito times classificados para os playoffs desta edição e mais o campeão da Superliga B. As três vagas restantes seriam preenchidas pela CBV através de convite, porém ainda se especula sobre a continuidade do projeto do RJ Vôlei, o que abriria mais um lugar na competição.

foto: Antônio A. Alvarenga/UFJF

Comentários