Através de carta, Ary Graça renuncia oficialmente da presidência da CBV

Na última sexta-feira ocorreu uma Assembleia Geral Ordinária da Confederação Brasileira de Voleibol, em João Pessoa, com o objetivo de apresentar a carta renúncia do presidente licenciado da entidade, Ary Graça. Além disso, alguns temas foram debatidos, como as denúncias feitas pela imprensa a respeito de contratos com patrocinadores.

Walter Pitombo Larangeiras, o Toroca, que estava no cargo de presidente em exercício, enquanto Ary Graça estava licenciado, confirmou a contratação de uma auditoria externa para realizar o trabalho nos contratos mencionados pelas reportagens. Outra questão importante foi a aprovação do voto aberto de todos os filiados para a próxima eleição a presidência da CBV.

Para finalizar, com a intenção de se adequar à Lei n 12.868/13, que altera a Lei 9.615/98 (Lei Pelé), a CBV vai incluir representantes de atletas na próxima Assembleia. Além disso, ficou definido que o mandato do presidente ou dirigente máximo da entidade será de quatro anos, permitida apenas uma única recondução.

foto: PhotoA2/CBV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro