(Copa Brasil) Sada/Cruzeiro vence Brasil Kirin e chega a final

O Sada/Cruzeiro venceu o Brasil Kirin/Campinas por 3 sets a 0, parciais de 21/18, 21/15 e 21/16, no ginásio Chico Neto, em Maringá, e se classificou para a decisão da Copa Brasil. Na final, que está marcada para esse domingo, o time celeste encara o Sesi-SP, no duelo que marca o encontro do primeiro contra o segundo colocado da Superliga 2013/2014.

A partida começou equilibrada. Com um saque forçado, o Sada/Cruzeiro foi para o primeiro tempo técnico em vantagem: 7 a 5. Com boas defesas e contra-ataques, o Brasil Kirin virou o marcador para 12 a 10 e no segundo tempo técnico, a equipe campineira tinha três de vantagem: 14 a 11. O levantador William conseguiu uma boa sequência de saques e empatou em 15 a 15, mas foi com o ponteiro Leal no saque que os mineiros abriram para 18 a 16. No final, os atuais campeões mundiais seguiram melhor e fizeram 21 a 18.

O Sada/Cruzeiro manteve o bom momento no início do segundo set e fez 3 a 0. Se aproveitando dos erros da equipe campineira, os mineiros abriram quatro pontos: 11 a 7. Com Rivaldo bem no ataque, o Brasil Kirin encostou em 14 a 12 e com a entrada de João Paulo Tavares, os paulistas ficaram a um ponto de diferença: 15 a 14. Entretanto, o bloqueio dos mineiros voltou a funcionar no final da parcial e os comandados de Marcelo Mendez venceram por 21 a 15.

No terceiro set, o Sada/Cruzeiro começou melhor e fez 7 a 4 na primeira parada técnica. O ponteiro Leal se destacava, tanto no saque quanto no ataque, ajudando a equipe mineira a fazer 13 a 7. Com a velocidade imposta pelo levantador William, o time celeste seguiu com o domínio do jogo e mostrando muita tranquilidade venceu a parcial por 21 a 16.

“A equipe se apresentou muito bem. O nosso saque funcionou e o bloqueio também foi bem. Jogamos uma boa partida e seguimos com o nosso objetivo aqui. Estamos preparados para essa decisão e qualquer um dos adversários que avançar será muito difícil”, disse o técnico Marcelo Mendez.

“Foi uma boa vitória para o nosso grupo. Não tenho segredo para um bom saque, isso é treinamento”, afirmou o ponteiro Leal.

“Sabíamos que seria um jogo muito difícil, já que contra o Sada, sempre é um confronto complicado. Mas esperávamos fazer uma partida mais equilibrada. Infelizmente, nossa equipe não conseguiu render o que era esperado. Já viemos em uma sequência não muito boa e agora temos que treinar ainda mais para voltar melhor para a Superliga, pois o nosso próximo jogo será justamente contra eles”, destacou o central Gustavão.

Equipes:

Brasil Kirin: Paulo Renan, Rivaldo, Diogo, Mineiro, Gustavão, Vini e Alan (líbero)
entraram: André Heller, Rodriguinho, Bérgamo e João Paulo Tavares
Técnico: Alexandre Rivetti

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Leal, Filipe, Isac, Éder e Serginho (líbero)
entraram: PV e Lucas
Técnico: Marcelo Mendez

foto: Ivan Amorin/CBV

Comentários