(Superliga) Em jogo equilibrado, RJ Vôlei supera Montes Claros

Em partida válida pela 2ª rodada do returno da Superliga 2013/2014, o RJ Vôlei derrotou o Montes Claros por 3 sets a 0, parciais de 29/27, 26/24 e 21/19, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Com o resultado, a equipe carioca, além de se recuperação na competição, subiu para o terceiro lugar, com 28 pontos, enquanto o time mineiro segue na nona posição, com 12 pontos.

A partida começou disputada, com o Montes Claros chegando ao primeiro tempo técnico na frente: 7 a 6. O placar seguiu apertado: 12 a 12 e na segunda parada a vantagem era do RJ Vôlei de 14 a 13. No ace do levantador Everaldo, o time mineiro fez 16 a 14, mas com Bruninho no saque, os donos da casa viraram para 16 a 17. O final do set foi disputado. Riad bloqueou e empatou: 20 a 20 e com ace de Vissotto, o time do Rio de Janeiro fez 22 a 21. Entretanto, os visitantes devolveram com Alberto e o placar esteve empatado mais uma vez (22 a 22). A partida, então, passou a ser disputada ponto a ponto e, no final, no bloqueio, os cariocas venceram por 29 a 27.

A segunda parcial teve o início parecido com a primeira. O time carioca esteve na frente e a equipe de Montes Claros buscou, deixando tudo igual: 8 a 8. O placar seguiu da mesma forma, com as equipes trocando pontos. Mais um empate em 13 pontos. Depois de uma bola disputada, onde o levantador Bruninho foi recuperar na mesa de arbitragem, o ponteiro Thiago Sens pontuou e o RJ Vôlei passou a frente: 15 a 14. Mas os visitantes se recuperaram e colocaram dois na frente: 17 a 15. No bloqueio de Ualas, o time da casa empatou (18 a 18). Mais uma vez a reta final do set foi equilibrada. As equipes empataram em 20 a 20, 22 a 22 e 24 a 24. No bloqueio, de novo, a equipe carioca fez 26/24.

O RJ Vôlei conseguiu colocar dois de vantagem logo no começo do terceiro set: 6 a 4. Mas o Montes Claros não deixou o adversário se distanciar no placar e empatou em sete pontos. Quando o placar estava em 8 a 7 para os dos da casa, o ponteiro Vini se contundiu e Rodriguinho entrou no seu lugar. Como aconteceu nos dois primeiros sets, o jogo esteve equilibrado (13 a 13). No ace de Everaldo, o time mineiro abriu dois de vantagem: 16 a 14. Mas Vissotto bloqueou e os cariocas empataram em 17 pontos. Foi, então, a vez do time da casa colocar dois na frente (19 a 17) e no final vencer por 21 a 19.

“O time do Rio de Janeiro está de parabéns. Há oito meses, estávamos vencendo a Superliga, vivendo um momento maravilhoso. Foi um começo de ano muito bom e isso me deixa muito feliz (...) Estamos angustiados e está sendo difícil. Continuamos na luta, o grupo não deixou de brigar pela vitória em momento algum e estamos esperando, confiando de que vai aparecer uma empresa para nos ajudar”, destacou Mário Jr, falando sobre a falta de um patrocinador máster.

“Hoje aconteceu o mesmo que vem acontecendo nos últimos jogos. Nosso time melhorou muito do começo da Superliga para cá, estamos conseguindo chegar bem no final do set, mas justamente neste momento começamos a falhar. Hoje aconteceu isso mais uma vez, nos três sets, e precisamos rever esse ponto para voltarmos sem cometer esse erro no ano que vem”, disse o levantador Everaldo.

O RJ Vôlei volta a jogar no dia 7 de janeiro, às 20h, contra a Funvic/Taubaté, novamente no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Já o Montes Claros volta à quadra no mesmo dia e no mesmo horário, para enfrentar o Moda Maringá, no ginásio Chico Neto.

Equipes:

RJ Vôlei: Bruno, Vissotto, Rodrigão, Ualas, Thiago Sens, Vinicius e Mário Jr. (líbero)
entraram: Riad e Rodriguinho
Técnico: Marcelo Fronckowiak

Montes Claros: Everaldo, Wanderson, Alberto, Petrus, Bob, Danilo e Thiago Brendle (líbero)
entraram: Vivalde, Fabiano, Athos, Hugo e Edinho
Técnico: Nery Júnior

foto: Alexandre Arruda/CBV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações