(Superliga) Vivo/Minas joga bem e derrota UFJF no interior mineiro

Em jogo adiado da 1ª rodada da Superliga 2013/2014, o Vivo/Minas venceu a UFJF por 3 sets a 0, parciais de 23/25, 21/15 e 21/19, no ginásio da faculdade de educação física, em Juiz de Fora. Com o resultado, a equipe do técnico Horácio Dileo chegou a terceira vitória em quatro jogos, somando agora nove pontos, enquanto o time da Zona da Mata segue com quatro pontos após cinco partidas na competição.

O Vivo/Minas entrou melhor na partida e chegou ao primeiro tempo técnico com 7 a 4 no placar, porém a UFJF reagiu e com o apoio da torcida diminuiu a diferença para 8 a 9. A partir daí o set seguiu muito equilibrado e o empate em 10 a 10 veio após um rally emocionante, quando o central Otávio jogou a bola para fora. Os donos da casa conseguiram virar o duelo para 13 a 12, após grande defesa do oposto De Paula, porém no final a equipe de Belo Horizonte teve mais tranquilidade e conseguiu fechar o set em 25 a 23, com destaque para o ponteiro Maurício.

O equilíbrio entre as equipes continuou no início do segundo set. Nenhuma delas conseguia abrir mais de um ponto de frente. Ao final do primeiro tempo técnico, o Vivo/Minas vencia por 7 a 6 e a parcial seguia disputada. Os visitantes só abriram três pontos de frente na segunda parada técnica: 14 a 11, o que fez a UFJF dar uma vacilada no período. No final, a vantagem foi aumentando: 18 a 14 e com bom desempenho no saque e no ataque, a equipe da capital fez 21 a 15.

A UFJF começou o terceiro set um pouco perdida em quadra e o Vivo/Minas se aproveitou para fazer 4 a 0. O técnico Chiquita resolveu parar o jogo para sacudir a equipe, que reagiu e após a primeira parada técnica encostou em 10 a 9 no placar. Os visitantes tinham no aproveitamento dos contra-ataques a vantagem na partida, tanto que chegaram ao segundo tempo obrigatório com 14 a 12. No final, os donos da casa reagiram e empataram o duelo em 16 a 16, mas novamente, o time da capital foi melhor nos momentos decisivos e venceu por 21 a 19.

“A gente constrói o resultado, mas não temos paciência de confrontar o jogo. O jogo está pau a pau. Nosso time é emocionalmente muito agitado, tem uma motivação muito grande, mas essa motivação tem que ser contida. Então, ainda estamos caminhando e construindo passo a passo”, explicou o técnico Chiquita.

O Vivo/Minas encara o Moda Maringá, neste sábado, às 19h30min, no ginásio Chico Neto. Já a UFJF só volta as quadras no dia 9, às 21h30min, para enfrentar a Funvic/Taubaté, no ginásio Abaeté.

Equipes:

UFJF: Rivoli, Victor Hugo, De Paula, Japa, Jardel, Reffatti e Thales (líbero)
entraram: Danilo Gelinski, Lucão, Daniel e Hugo
Técnico: Chiquita

Vivo/Minas: Marcelinho, Franco, Maurício, Lucas Loh, Otávio, Flávio e Lukinha (líbero)
entraram: Léo Mineiro, Piá e Evandro
Técnico: Horácio Dileo

foto: UFJF/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19