(Superliga) Em momentos diferentes, RJX pega o UFJF

Nesta terça-feira, às 20h, o RJX recebe a UFJF, no ginásio Álvaro Vieira Lima, pela 4ª rodada da Superliga 2013/2014. Com três vitórias em três jogos, a equipe carioca está invicta na competição e vem embalada pela conquista do Estadual. Já o time de Juiz de Fora, que ainda não venceu, tenta sua primeira vitória no torneio nacional e tem como motivação o fato de estar classificado para as semifinais do Campeonato Mineiro.

Os triunfos sobre o Moda Maringá, Montes Claros e Funvic/Taubaté deram moral para o RJX, que passou por momentos delicados antes do projeto ser novamente confirmado. O técnico Marcelo Fronckowiak conta com um elenco bem conhecido, onde apenas o central Rodrigão ainda não conseguiu ter ritmo de jogo. Os destaques são o ponteiro Thiago Alves e o oposto Leandro Vissotto, principais referências no ataque.

“O que tento passar diariamente é que precisamos manter a regularidade. Mostramos contra a Funvic/Taubaté que o set de 21 pontos não é um problema e resistimos à pressão de jogar fora de casa, com a estreia do jogador mais esperado da temporada (Giba). Agora, voltamos a jogar em casa, o que está a nosso favor, mas a UFJF quer sua primeira vitória no Nacional e precisamos entrar focados e confiantes”, declarou o treinador Marcelo Fronckowiak.

Na UFJF, a vitória na semana passada sobre o Olympico/Mart Minas pelo Estadual, deu uma sensação de alivio a equipe. Com o objetivo agora de conquistar a primeira vitória na Superliga, a equipe mineira contará com o retorno do central Lucão, que estava um mês afastado por lesão. Por outro lado, o central Diego não faz mais parte do elenco, tendo se transferido para o Almería, da Espanha.

“São situações diferentes. É um outro tipo de campeonato. Eles têm um time interessante e com jogadores que sabem jogar muito bem. Estamos montando uma estrutura específica para poder neutralizá-los, ou seja, sacar bem como sacamos contra o Olympico. É daquele padrão pra cima. A relação bloqueio/defesa tem que existir. Se a gente conseguir neutralizar os principais pontos deles, temos condições de equilibrar o jogo e tentar a vitória”, explicou o treinador Chiquita.

Equipes:

RJX: Bruninho, Vissotto, Thiago Alves, Thiago Sens, Maurício, Ualás e Mário Jr. (líbero)
Técnico: Marcelo Franckowiak

UFJF: Gelinski, Lucão, De Paula, Japa, Jardel, Reffatti e Thales (líbero)
Técnico: Chiquita

foto: Marcello Zambrana

Comentários