(Superliga) Em jogo equilibrado, Sesi-SP ganha no tie-break da UFJF

O ginásio da faculdade de educação física, em Juiz de Fora, estava lotado para o duelo entre a UFJF e o Sesi-SP, pela segunda rodada da Superliga 2013/2014. O clube mineiro, que fazia sua estreia na competição, mostrou muita força, porém acabou derrotado por 3 sets a 2, parciais de 19/21, 28/26, 16/21, 21/18 e 10/15. Com o resultado, o time paulista manteve a invencibilidade, chegando aos cinco pontos após duas vitórias.

A partida começou muito equilibrada e, principalmente, agitada, com o Sesi-SP na frente na primeira parada técnica: 7 a 6. Empurrada pela torcida, a UFJF virou o jogo em uma bola de segunda do levantador Rivoli: 10 a 9 e se manteve na frente: 19 a 18. Entretanto, os visitantes tiveram mais tranquilidade e conseguiram fechar em 21 a 19.

O segundo set foi o mais emocionante da partida e mostrou o poder reação da UFJF. Os dois times começaram se revezando na liderança do placar, sendo que o Sesi-SP chegou a primeira parada técnica vencendo por 7 a 6. Os donos da casa reagiram e abriram 10 a 8, porém os paulistas voltaram a liderar o placar, com três pontos de vantagem. Quando parecia que os comandados de Marcos Pacheco venceriam o período, o time mineiro foi para cima e depois de empatarem em 19 a 19, conseguiram ganhar por 28 a 26.

O terceiro set começou um pouco frio, mas igualmente disputado. Assim como nos dois sets anteriores, o Sesi-SP chegou à primeira parada técnica vencendo por 7 a 6. Após alguns erros do time de Juiz de Fora, os paulistas abriram três pontos de vantagem: 14 a 11 e logo chegaram a 19 a 14. No final, 21 a 16 para os visitantes, que tinha muita força no ataque, principalmente com o oposto Evandro e com o central Sidão.

No quarto set, a UFJF começou melhor e no primeiro tempo técnico vencia por 7 a 5. Com a torcida gritando e incentivando o time da casa, o que se via era o Sesi-SP errando demais, principalmente no saque. Os mineiros se aproveitaram e chegaram ao segundo tempo obrigatório com 14 a 12 no placar. O time paulista melhorou e empatou em 17 a 17, porém os comandados de Chiquita estavam mais concentrados e embalados pelo som que vinha da arquibancada fecharam em 21 a 18.

A UFJF começou o tie-break melhor e logo abriu 4 a 1 no placar. Após pedido de tempo do técnico Marcos Pacheco, o Sesi-SP se encontrou em quadra e após ace de Sidão, conseguiu dois pontos de vantagem: 8 a 6. Essa diferença continuou e nos momentos finais foi ampliada, até a vitória dos visitantes por 15 a 10.

“O time está de parabéns. Não posso deixar de enaltecer a equipe, a luta e a qualidade que exerceu dentro do jogo sempre fazendo o Sesi trabalhar. Isso é o fundamental que nossa equipe tem que fazer contra uma grande equipe. Buscar e usar a inteligência para que o time adversário tenha que usar todo o seu leque de possibilidade para nos vencer. Pode até vencer, mas vai ter que suar a camisa. E foi o que aconteceu”, afirmou o técnico Chiquita.

O Sesi-SP só volta a quadra no próximo sábado, às 21h30min, diante do São Bernardo, no ginásio Adib Moyses Dib. Já na próxima quarta-feira, às 20h, a UFJF encara Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho, em Contagem.

Equipes:

UFJF: Rivoli, Victor Hugo, De Paula, Japa, Jardel, Reffatti e Thales (líbero)
entraram: Daivison, Hugo, Vitor
Técnico: Chiquita

Sesi-SP: Evandro, Sandro, Lucarelli, Sidão, Lucão, Manius e Serginho (líbero)
entraram: Renan, Rogério Thiaguinho e Ary
Técnico: Marcos Pacheco

foto: UFJF/Divulgação

Comentários

  1. (Cebolinha.Fla.Tupi.JF= Marcos Costa)
    O Sesi-SP teve muito trabalho para vencer a UFJF este e o 3°ano que a UFJF disputa a Superliga e acredito que durante a competição a equipe vai crescer e vai conseguir uma vaga na próxima fase da competição.
    Valeu Galera!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira