(Liga Mundial) Brasil pega o Canadá precisando da vitória para chegar a semi

Depois de perder para a Rússia por 3 sets a 2 na estreia da fase final da Liga Mundial, a Seleção Brasileira encara o Canadá, nesta sexta-feira, às 16h30min (horário de Brasília) precisando vencer para chegar as semifinais. ginásio Islas Malvinas, em Mar del Plata, na Argentina. Com uma vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1, o Brasil estará na próxima fase e ainda com o primeiro lugar no Grupo E.

Com apenas um ponto conquistado, os comandados de Bernardinho podem chegar a quatro e ultrapassar canadenses e russos na classificação. Isso porque, nesta quinta-feira, o selecionado da América do Norte venceu por 3 sets a 2, a equipe europeia, embolando a chave. Atualmente, a Rússia, tem três pontos, seguido de Canadá, com dois e Brasil com apenas um.

“Temos que ter postura de jogar uma final. Essa vai ser a primeira final que vamos jogar daqui para frente. A partir de amanhã, é tudo ou nada. É vencer e seguir adiante ou perder e voltar para casa. Como ninguém aqui cogita a segunda possibilidade, todas as nossas forças estão unidas na busca pelo mesmo objetivo: vencer e seguir adiante”, declarou o ponteiro Dante.

Após sentir o joelho e ter que deixar a quadra no segundo set do jogo contra a Rússia, o oposto Leandro Vissotto não voltou mais e permanece como dúvida para o confronto conta o Canadá. Acompanhado pelo médico da seleção brasileira, Álvaro Chamecki, o atacante foi submetido a um exame que apontou um edema no tendão patelar do joelho esquerdo.

“Na hora do jogo senti uma dor muito intensa no joelho e tive que sair. Hoje pela manhã fizemos uma ressonância magnética e deu um edema pequeno, mas nada muito grave. Agora vamos tratar, fazer fisioterapia, para estar à disposição do Bernardo o mais rápido possível”, disse Leandro Vissotto, que deve ser substituído por Wallace.

Equipes:

Brasil: Bruninho, Wallace, Lucão, Eder, Dante, Lucarelli e Mario Jr (líbero)
Técnico: Bernardinho

Canadá: Verhoeff, Duff, Soonias, Schneider, Winters, Perrin e Lewis (líbero)
Técnico: Glenn Hoag

foto: FIVB/Divulgação

Comentários