(Supercopa BB) Com equipes preparadas, fase final começa nesta quarta-feira

A fase final da Supercopa Banco do Brasil começa nesta quarta-feira e contará com a participação de seis times, que venceram as etapas regionais. No Grupo A está o Monte Cristo, atual campeão da Superliga B e que jogará em casa (no ginásio Rio Vermelho), em Goiânia, entra como favorito, além de Aprov/Chapecó e Vitória. No Grupo B estão Unifor, Esmac e Botafogo que fizeram boas campanhas e podem surpreender nesta reta decisiva. Confira abaixo a opinião de cada treinador.

Unifor

“O nosso objetivo inicial é chegar à semifinal. Com certeza vamos passar muitas dificuldades, pois os times são muito fortes. Na minha opinião, o Monte Cristo é o favorito ao título, e vamos tentar não cruzar com eles na semi. Quem sabe não conseguimos chegar à decisão? Isso daria uma repercussão enorme, não só para Fortaleza, mas para todo o Nordeste”, disse o técnico Luís Marcelo.

Vitória

“Aqui na região Nordeste, as coisas são mais difíceis no voleibol. Faltam incentivo, investimento e patrocínio. Nossa vitória ajuda as pessoas que trabalham no esporte no nosso estado a acreditar que é possível”, declarou o treinador Rodrigo Cerqueira.

Aprov/Chapecó

“A Supercopa está ajudando a dar ritmo de jogo para os atletas, nos permite avaliar as condições da equipe. Porque uma coisa é o comportamento no treino e a outra é a forma como ela se porta durante uma partida. Além disso, estamos falando de uma competição de ótimo nível, já que vamos jogar contra os melhores times de cada região do país”, declarou o comandante Nilson Rex.

Esmac

“Respeitamos os outros times, mas vamos de cabeça erguida, cientes dos nossos valores. Estamos representando um estado que está crescendo no vôlei. E sabemos que nada é impossível. Meu grupo é baixo, comparado com os jogadores do Sul, mas temos um jogo rápido, um ataque muito eficiente (...) Todos os dias, teremos o jogo mais difícil da competição. Todas as equipes são de alto nível e adversários duros”, comentou a treinadora Socorro Farias.

Botafogo

“Só por ter participado do campeonato, algumas coisas já mudaram. Temos mais atletas nos procurando com vontade de treinar no Botafogo, voltamos ao cenário nacional do voleibol e o time passou a receber mais atenção. Ganhando ou perdendo, manteremos nosso projeto de crescimento (...) A Supercopa BB está funcionando como uma mola propulsora para o nosso projeto”, afirmou o técnico Walner Rodrigues.

Monte Cristo

“Já estávamos muito felizes por disputar a Supercopa, foi um motivo a mais para darmos continuidade na nossa temporada. Nossos patrocinadores deram um incentivo para finalizarmos o calendário. Agora, ao levar o evento para o lugar onde mandaremos os jogos, a visibilidade para esses investidores é ainda maior (...) A Supercopa manteve o mercado aquecido. Nessa baixa temporada, costumamos trabalhar com um custo operacional mais baixo. Com essa competição, a situação foi diferente. A Supercopa foi uma iniciativa acertada, um projeto que merece ser investido”, explicou o treinador Paulo Martins.

Confira a tabela:

19/06 (Quarta-Feira)
18h30min - Unifor (CE) x Esmac (PA)
20h30min - Vitória (BA) x Chapecó (SC)

20/06 (Quinta-Feira)
18h30min - Botafogo (RJ) x Esmac (PA)
20h30min - Monte Cristo (GO) x Vitória (BA)

21/06 (Sexta-Feira)
18h30min - Unifor (CE) x Botafogo (RJ)
20h30min - Monte Cristo (GO) x Chapecó (SC)

22/06 (Sábado)
16h - 1º Chave A x 2º Chave B
18h - 1º Chave B x 2º Chave A

23/06 (Domingo)
15h30min - Decisão do 3º lugar
18h - Final

foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19