(Liga Mundial) Seleção Brasileira faz jogo consciente e ganha da Argentina

No segundo jogo entre Brasil e Argentina, a equipe verde e amarela venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 27/25 e 25/13, no ginásio Torito Rodriguez, em Mendoza. Diferente do confronto anterior, os hermanos deram um ‘calor’, principalmente nos dois primeiros sets, porém os comanados de Bernardinho souberam ter consciência e tranquilidade para ganhar mais uma vez na Liga Mundial.

A Argentina abriu o placar no erro de ataque do Brasil. A equipe brasileira deu o troco e, no bloqueio do levantador Bruno, passou à frente (3 a 2). Aos poucos o time verde e amarelo abriu vantagem e, no bloqueio de Éder e Bruninho, fez 11 a 7. Em grande passagem de Vissotto no saque com bom aproveitamento do bloqueio, o Brasil aumentou a vantagem para 14 a 7. O time brasileiro seguiu melhor e, no ataque do ponteiro Dante, levou a diferença para sete pontos: 17 a 10. Os argentinos reagiram e, quando fizeram 17 a 13, Bernardinho pediu tempo. Um bloqueio argentino deixou o placar igual em 18 pontos. Wallace devolveu o bloqueio e o Brasil fez 23 a 21. Depois de um final de set equilibrado, o Brasil fechou em 25 a 21.

A Argentina começou a segunda parcial em vantagem: 4 a 3. Na bola de segunda de Bruninho, o Brasil deixou tudo igual no marcador em cinco pontos. O início do set seguiu equilibrado e no ataque de Vissotto, a equipe brasileira colocou um de vantagem (8 a 7). O placar reverteu e, na bola de meio com o central Crer, a Argentina fez 11 a 10. O set continuou bem disputado e os donos da casa fizeram 16 a 15. Depois de uma bola bem disputada, Wallace pontuou e o Brasil empatou: 18 a 18. A reta final da parcial foi mais uma vez equilibrada. A Argentina fez 24 a 21, mas o Brasil deixou tudo igual em 24 a 24. No bloqueio individual de Bruno, a equipe verde e amarela virou e fez 27 a 25.

O Brasil saiu na frente no terceiro set. Com o ponteiro Lipe, abriu dois de vantagem (6 a 4). Ace do levantador Bruno e o time verde e amarelo fez 7 a 4. Quando o time brasileiro vencia por 7 a 5, o central Isac se machucou e Maurício Souza entrou em seu lugar. No bloqueio do oposto Vissotto, o Brasil fez 11 a 6. Com o central no saque, a vantagem brasileira aumentou para 14 a 6. Após bom saque de Vissotto, Lipe matou a bola e levou o Brasil a 16 a 7. O jogo seguiu favorável a seleção do Brasil que, no set mais tranquilo, venceu por 25 a 13.

“A análise geral é ótima. Fizemos dois bons jogos contra a Polônia e chegamos aqui na Argentina sabendo das dificuldades que teríamos. Mas fizemos dois grandes jogos contra eles. Ainda pecamos em alguns fundamentos, principalmente no segundo set de hoje, quando tiramos a pressão deles e deixamos que a equipe deles crescesse. Mas deu tudo certo e encerramos a nossa viagem com ótimas vitórias”, afirmou o ponteiro Dante.

“Na hora pareceu mais sério, mas estou bem. Levei dois pontos no dedo e não foi nada demais. Agora já estou bem. Foi mais um susto do que algo grave realmente”, garantiu o central Isac, que sofreu uma luxação exposta no quinto dedo da mão direita.

O Brasil volta a quadra nos dias 28 e 29 de junho, quando enfrenta a França, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, pela terceira rodada da Liga Mundial. Atualmente, a equipe do técnico Bernardinho lidera o Grupo A, com onze pontos, seguido de Estados Unidos, com oito pontos, e Bulgária, com cinco.

Equipes:

Argentina: De Cecco, Castellani, Crer, Solé, Quiroga, Bengolea e González (líbero)
entraram: Romanutti, Pereyra, Bruno, Ramos e Uriarte
Técnico: Javier Weber

Brasil: Bruninho, Leandro Vissotto, Eder, Isac, Dante, Lipe e Mário Jr. (líbero)
entraram: Wallace, William e Maurício
Técnico: Bernardinho

foto: FIVB/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações