Empresas em Hortolândia podem viabilizar equipe de Giovane Gavio

Trabalho, trabalho e mais trabalho vem sendo o dia a dia do técnico Giovane Gavio em busca de patrocinadores para formar uma equipe na temporada 2013/2014. Desde que deixou o Sesi-SP, o treinador vem se reunindo com inúmeras pessoas, em sua maioria políticos e empresários, sendo que neste mês um dos contatos foi com representantes da cidade de Hortolândia.

“Temos grandes empresas instaladas em Hortolândia e o momento para se fazer investimentos no esporte da cidade é agora, época de Copa do Mundo aqui no Brasil, e posteriormente, as Olimpíadas. Precisamos aproveitar essa ocasião, engajar nossos jovens na prática de esportes e levar o nome de Hortolândia a ser conhecido nacionalmente, e porque não, mundialmente?”, destacou o prefeito Antonio Meira.

No primeiro momento, o bicampeão olímpico pretende implementar no município o projeto social intitulado de ‘Bola do Bem’, que busca a formação de novos talentos no vôlei. Entretanto, o vereador Edimilson Marcelo Afonso, o secretário de esportes, Sidnei Fuzetti Loureiro, o técnico do time feminino da cidade, Gerson Tavares, e o consultor esportivo Yochio Isobe, acreditam na possibilidade da criação de uma equipe de alto rendimento.

“Investimentos atraem investimentos; o esporte pode atrair grandes parceiros, e Hortolândia possui muitas empresas que podem viabilizar essa parceria, apostando nas modalidades que têm maior visibilidade, como o vôlei, por exemplo”, explicou o Giovane Gavio, que gostou do ginásio Victor Savala, porém indicou que o local precisa de algumas reformas, principalmente no piso.

foto: Prefeitura de Hortolândia/Divulgação

Comentários

  1. Só vai faltar um treinador para o time!

    ResponderExcluir
  2. Boa Giovani, tomara que de certo, vc merece! Parabéns a Prefeitura de Hortolandia por acreditar que pode dar certo.Sou da cidade de Vinhedo, aqui tem pelo menos 5 atletas profissionais do volei, e a prefeitura só dá valor ao futebol.É uma pena.

    ResponderExcluir
  3. Tomara que o projeto não fique somente no papel, sou de Hortolândia e adoro esporte, porém além de montar um time profissional na cidade o mais importante é incentivar a população e dar apoio e suporte ao próprio time atual da cidade, que é constituído por atletas hortolandenses sem incentivo nenhum por parte da prefeitura e patrocinadores.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações