(Superliga) RJX e Vivo/Minas abrem as semifinais em duelo no Maracanãzinho

A Superliga 2012/2013 chega as semifinais e neste sábado, às 10h, o RJX recebe o Vivo/Minas, no ginásio do Maracanãzinho, no primeiro duelo da serie melhor de três partidas. Time de melhor campanha na fase classificatória, os cariocas entram como favoritos no confronto, porém ninguém do elenco e da comissão técnica acredita neste rótulo. Já os mineiros têm na tradição e na revelação Lucarelli suas maiores armas para conquistar uma vaga na final. A partida terá a transmissão da Rede Globo. 

Depois de estrear na Superliga passada sendo eliminado pelo Vôlei Futuro na semifinal, o RJX não quer passar pela mesma história nesta temporada. O técnico Marcelo Fronckowiak conhece bem o adversário, pois trabalhou na equipe de Belo Horizonte antes de se transferir para o Rio de Janeiro, sendo assim sabe que a tarefa não será das mais fáceis. O principal nome da equipe no momento é o central Lucão, que pode ser escolhido o MVP da competição, porém vale destacar o levantador Bruninho, que vem conseguindo tirar de seus companheiros grandes atuações, e o ponteiro Dante, que recuperado é um verdadeiro líder da equipe. 

“O Vivo/Minas tem um padrão de jogo muito interessante e é muito bem dirigido, com um excelente trabalho da comissão técnica. Estamos muito preocupados em estudar o time deles e em continuar apresentando um bom padrão. É uma série difícil e, embora apontem um certo favoritismo para o nosso time, por termos um investimento maior, considero a tradição do Minas como um ponto que pesa muito a favor deles”, destacou o treinador Marcelo Fronckowiak. 

“Precisamos sacar muito bem para desestruturar o sistema ofensivo deles e assim poder trabalhar com nossos bloqueio e contra-ataque”, analisou o levantador Bruninho. 

“Eles têm dois jogadores que fazem muita diferença e rodam a bola o tempo todo, que são o Filip e o Lucarelli. Além disso, o Marcelinho distribui muito bem o jogo. A gente espera uma partida muito difícil”, resumiu o central Lucão. 

Pelo lado do Vivo/Minas, que já levantou a taça da Superliga por quatro oportunidades, a palavra tradição foi bastante utilizada nesta última semana. Após eliminar o Medley/Campinas, em dois jogos nas quartas de final, o técnico Horácio Dileo viu seu time ganhar mais confiança. O destaque é o ponteiro Lucarelli, que de promessa da temporada passada, virou nome praticamente certo na próxima convocação de Bernardinho para a Seleção Brasileira. Além dele, é bom ficar de olho no oposto Filip, que após se recuperar de lesão vem sendo um grande nome no ataque. 

“Os jogos contra o Medley/Campinas foram muito difíceis e sabemos que contra o RJX não será diferente, por isso, temos que manter a calma e o foco na competição. Estou muito feliz com o desempenho do time, pois estamos trabalhando muito e tentando manter o foco. Respeitamos o adversário, sabemos que é um time completo, com grandes nomes do vôlei mundial, mas queremos fazer um bom jogo no Rio de Janeiro para tentar decidir a semifinal em Belo Horizonte”, comentou o treinador Horacio Dileo. 

“Estamos em um excelente momento na competição. Todos os jogadores estão com muita garra e vontade, queremos brigar pelo título. Na temporada passada, eu estava no time que foi terceiro colocado, fiquei triste por não ser campeão, mas desta vez, se depender de mim, seremos campeões. Sabemos da dificuldade que será passar pelo RJX, mas estamos muito focados na competição e acreditamos que podemos passar por eles e ir à final, este é o objetivo”, comentou o oposto Filip. 

“Vai ser um jogo muito complicado e tenso. Antes de levantar as bolas para o nosso ataque, preciso estudar os bloqueadores adversários para ver onde será melhor atacar. Temos de ter muita calma e tranquilidade para desarmar o adversário”, explicou Marcelinho.

Equipes: 

RJX: Bruninho, Theo, Riad, Lucão, Thiago Alves, Dante e Mário Júnior (líbero)
Técnico: Marcelo Fronckowiak

Vivo/Minas: Marcelinho, Filip, Maurício, Henrique, Lucarelli, Quiroga e Lukinha (líbero)
Técnico: Horacio Dileo

foto: Arte/CBV

Comentários