CBV confirma auxilio de câmeras na decisão da Superliga 2012/2013

Foram tantas críticas, tanto de jogadores quanto de treinador que era apenas questão de tempo para a Confederação Brasileira de Voleibol colocar em prática o uso da tecnologia nas partidas da Superliga 2012/2013. A entidade confirmou que utilizará um sistema polonês, aprovado pela Federação Internacional de Vôlei, que o testou durante a última edição do Mundial de Clubes, em Doha, no ano passado. 

“Trouxemos uma tecnologia que já vem sendo usada com sucesso na Polônia. Estivemos também em Doha, no ano passando, acompanhando o Mundial de Clubes, em que este mesmo sistema foi utilizado pela FIVB. Acreditamos ser um auxílio necessário e que poderá ser muito positivo, desde que utilizado com responsabilidade. Nossa ideia é viabilizarmos essa tecnologia não apenas para finais da Superliga, mas já pensando no futuro. Vamos estudar a melhor forma de utilizá-la daqui para frente”, disse o superintendente técnico da CBV, Renato D´Ávila. 

O novo sistema, que estará presente na decisão do dia 14 de abril, tem como objetivo minimizar os possíveis erros de arbitragem. Os times poderão pedir o desafio nas seguintes situações: para verificar se a bola caiu dentro ou fora, se houve invasão na quadra adversária ou de ataque, se houve toque do bloqueio na rede ou se ocorreu toque da bola ou do atleta na antena. 

“Nós temos a experiência de duas temporadas no voleibol da Polônia. No início, tivemos que ensinar os árbitros como usar e se comportar durante os jogos. Essa tecnologia força os árbitros (principalmente os de linha) a melhorar suas performances. Hoje achamos que jogadores, técnicos e times não imaginam o voleibol sem esse sistema. Essa tecnologia tranquiliza a atmosfera dos jogos e diminui a discussão sobre possíveis erros. A mídia recebeu isso muito positivamente. No entanto, acredito que precisamos melhorar a comunicação com os fãs”, disse o CEO da empresa TDS Polska, Andrzej Jarzyna. 

No início de março, o Espaço do Vôlei divulgou que a Confederação Brasileira de Vôlei já testava alguns equipamentos. Confira a matéria aqui

foto: FIVB/Divulgação

Comentários