(A crise no vôlei brasileiro – parte 4) – Existe vida fora da televisão?

Na nossa última reportagem sobre a crise do vôlei brasileiro, o Espaço do Vôlei faz um mea culpa da imprensa, que poderia ajudar bastante o esporte, mas muitas vezes prefere priorizar qualquer coisa que fale sobre futebol. Tudo bem que a bola rolando é a paixão dos brasileiros, mas nem por isso precisamos ‘sufocar’ nossa programação esportiva com matérias sem sentido ou de pura preguiça. 

Com a presença da televisão por assinatura em mais lares do país, canais como Sportv, Espn Brasil e Bandsports ganharam números expressivos na audiência e, consequentemente, mais publicidade. Entretanto, esses veículos preferem pagar para ter campeonatos de futebol internacionais, como russo, turco e mexicano do que apostar em outros esportes locais. 

No caso da Superliga, o Sportv, leia-se Rede Globo, tem o direto das transmissões, mas apenas na última temporada podemos ver uma quantidade satisfatória de jogos da competição. O principal motivo foi a perda da Taça Libertadores para o Fox Sports e para não ficar sem um evento ao vivo foram colocados jogos de vôlei, basquete e futsal na ocasião. 

A respeito da quantidade de partidas transmitidas podemos dizer que a Superliga está indo a cada temporada melhor, é só ver que todos os jogos dos playoffs poderão ser vistos por todos, seja no Sportv ou na Rede Globo. A questão que mais incomoda está ligada aos nomes dos patrocinadores, que não são citados, deixando as equipes caracterizadas como sendo de suas respectivas cidades. 

Podemos reclamar que a Rede Globo coloca os jogos da Superliga no dia e na hora que quiser, mas sejamos francos quem não gostaria de ter espaço na grande desta emissora. Não se pode negar, que existe um padrão de qualidade que empresas como Record, Band e SBT estão bem longe de alcançar. Por outro lado, já existe uma conversa de bastidores que o Fox Sports pode busca uma parceria para transmitir jogos diferentes daqueles passados no Sportv, de olho na criação de um segundo canal. 

foto: Divulgação

Comentários

  1. Atualmente a transmissão dos jogos de volei está melhorando apenas pelo simples fato de a audiência ter aumentado, pois do contrário continuaria fora das telas (É muito triste ver que a transmissão está ocorrendo em maior escala por "falta do que colocar")... Haja paciência!! Por isso existe sentimento de decepção da parte dos atletas por darem seu melhor e no fim a televisão agir de maneira injusta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro