(Superliga) UFJF não resiste a força do RJX e perde por 3 sets a 0

Com o ginásio completamente lotado da faculdade de educação física, a UFJF até tentou, mas não resistiu ao RJX, que venceu por 3 sets a 0, parciais de 15/25, 18/25 e 21/25, na estreia da Superliga 2012/2013. Os cariocas, que são considerados um dos favoritos ao título, tiveram no central Lucão seu principal jogador, enquanto o destaque do time mineiro foi o oposto Luan, com 17 pontos.

Logo de cara, mesmo com o apoio do torcedor, a UFJF sabia que a tarefa não seria das mais fáceis. Na primeira parada técnica do jogo, o RJX fazia 8 a 2, enquanto no segundo tempo obrigatório, o duelo estava 16 a 7 para os visitantes. O técnico Mauricio Bara tentou modificar o panorama com as entradas de Clinty, Luan e Ricardinho, porém o primeiro set terminou 25 a 15 para os cariocas.

O segundo set iniciou mais equilibrado e no primeiro tempo técnico a diferença era de um ponto para o RJX: 8 a 7. Mais concentrado em quadra, o time da UFJF conseguia virar suas bolas, porém tinha dificuldades para parar os ataques de Lucão e Theo, tanto que o segundo tempo técnico chegou com 16 a 13 para os cariocas. No final, o levantador Bruninho variou mais as jogadas e com tranquilidade ajudou seu time a fechar em 25 a 18.

Sendo o tudo ou nada para a UFJF, a equipe da casa começou arrasadora e aplicou logo 4 a 0 e na sequência chegou a 8 a 5 na primeira parada técnica. Com Victor Hugo e Hugo o time mineiro parecia mais equilibrado em quadra, mas nada que abalasse a experiência dos visitantes que empataram o marcador em 10 a 10. Mesmo com a recuperação do adversário, os comandados de Mauricio Bara correram atrás do placar e fizeram 16 a 12 no segundo tempo técnico. Essa vantagem foi por água abaixo quando Lucão cresceu no fundamento bloqueio e Bruninho foi para o saque. No final, 25 a 21 para o RJX que fechou a partida.

“Iniciamos com um volume de jogo muito bom, com a equipe segura. Mesmo com a evolução do UFJF no terceiro set, nós soubemos correr atrás e nos impor, utilizando bem o saque/bloqueio. Meus jogadores estão de parabéns”, elogiou o treinador Marcelo Fronckowiak.

“Soubemos mostrar nosso jogo, sacamos bem e acho que o ataque foi nosso diferencial. Importante vencer fora de casa, ainda mais na estreia. Estamos felizes”, explicou o central Lucão, maior pontuador do jogo, com 19 acertos.

“O Maurício (Bara) optou por uma equipe no início do jogo e depois mudou. A galera mais nova que está no banco interfere positivamente, pois está de fora analisando e entra com gás total, querendo fazer um bom jogo. Temos que aproveitar essa oportunidade e evoluir mais”, declarou o oposto Luan.

“O ponto positivo foi a capacidade de equilíbrio da equipe ao voltar no segundo set, após a derrota. E o negativo foi o desequilíbrio no início do jogo e no final do terceiro set, um momento decisivo em que poderíamos ter ganhado se tivéssemos mantido o ritmo”, disse o técnico Maurício Bara.

Na próxima rodada, o RJX recebe o Funvic/Midia Fone, na quinta-feira, às 20h, no ginásio da AABB. Já UFJF encara o Volta Redonda, também na quinta-feira, às 20h, novamente em seus domínios.

Equipes:

UFJF: Danilo Gelinski, Wanderson, Japa, Juninho, Aureliano, Robinho e Fábio Paes (líbero)
entraram: Ricardinho, Hugo, Luan, Clinty e Victor Hugo
Técnico: Mauricio Bara

RJX: Bruninho, Theo, Riad, Thiago Alves, Thiago Sens, Riad, Lucão e Mario Jr. (líbero)
entraram: Da Silva e Guilherme
Técnico: Marcelo Fronckowiak

foto: UFJF/Divulgação

Comentários