(Superliga) Movéis Kappesberg/Canoas passa pelo Super Imperatriz na estreia

Não poderia ter começado melhor a campanha do Móveis Kappesberg/Canoas na Superliga 2012/2013. Contando com o apoio do torcedor, que praticamente lotou o ginásio La Salle, o time gaúcho venceu, de virada, o Super Imperatriz/Florianópolis por 3 sets a 1, parciais de 15/25, 25/21, 25/21 e 25/19. Os destaques da partida foram o ponteiro Roberto Minuzzi, o oposto Xanxa e o central Salsa, que tiveram 12 acertos cada e curiosamente começaram o duelo no banco de reservas.

O primeiro set iniciou equilibrado, com os donos da casa fazendo 8 a 7 na primeira parada técnica. O Super Imperatriz cresceu no duelo quando o levantador Thiago Gelinski foi para o saque, o que quebrou o passe do time gaúcho e colocou o adversário com 16 a 11 no placar. No final, o Móveis Kappesberg acabou errando demais, principalmente na recepção, e facilitou para os catarinenses fecharem em 25 a 15, com destaque para o ponteiro Léo.

O técnico Paulão resolveu começar o segundo set com Salsa, Xanxa e Minuzzi em quadra nos lugares de Rafael, Bergamo e Enoch, respectivamente. A mudança surtiu efeito e o time chegou a 8 a 4 na primeira parada técnica. Com forte bloqueio e parando, principalmente, o oposto Bob, o time de Canoas foi abrindo vantagem e fazendo 16 a 9 no segundo tempo obrigatório. Mesmo com uma recuperação do Super Imperatriz que encostou em 18 a 14, os gaúchos conseguiram ter tranquilidade para fecharem em 25 a 21.

O terceiro set começou com os dois times errando saques, mas com ponto de bloqueio, a equipe de Canoas fez 8 a 6 na primeira parada técnica. Bozko entrou no lugar de Dentinho e com bons saques ajudou o time da casa a abri 18 a 14. Neste momento, o técnico Douglas Chiarotti tentou algumas mudanças como a entrada do oposto Rafael Araujo, mas não conseguiu evitar a derrota do Super Imperatriz por 25 a 21.

Com 2 sets a 1, o Móveis Kappesberg/Canoas queria definir o jogo no quarto set e por isso forçava o saque desde o início. Dificultando o passe adversário, os donos da casa conseguiram abrir 11 a 9, com destaque para Roberto Minuzzi, que além de qualificar o passe tinha consciência de não enfrentar o alto bloqueio adversário. No final, muita disputa, mas com Xanxa bem acionado nos momentos difíceis e com Salsa forte bloqueio, os comandados de Paulão fecharam em 25 a 19.

“Como treinador, nunca havia passado por essa experiência. Então foi difícil controlar a ansiedade. Talvez por isso não fizemos um bom começo de jogo, deixamos a equipe deles crescer no primeiro set. Depois optamos por algumas mudanças. E, assim, com o grupo todo se unindo em busca do placar, chegamos ao resultado positivo”, avaliou o técnico Paulão.

“Mostramos a todos do que esse time é capaz. Superação, capacidade de lidar com situações adversas e vontade de vencer, isso tudo foi visto por quem veio hoje nos apoiar. E é isso que eles podem esperar de nós no restante da temporada”, garantiu o ponteiro Roberto Minuzzi.

O Móveis Kappesberg/Canoas joga na próxima quinta-feira, às 20h, contra o Sada/Cruzeiro, atual campeão da Superliga, no ginásio do Riacho, em Contagem. Já o Super Imperatriz/Florianópolis joga contra o Vivo/Minas, também na quinta-feira, às 19h30min, na Arena, em Belo Horizonte.

Equipes:

Móveis Kappesberg/Canoas: Jotinha, Bergamo, Dentinho, Enoch, Gustavo, Rafael e Jeffe (líbero)
entraram: Rafa, Roberto Minuzzi, Salsa, Xanxa e Bozko
Técnico: Paulão

Super Imperatriz/Florianópolis: Gelinski, Bob, Renato Felizardo, Bernardo, Dirceu, Léo e Thales (líbero)
entraram: Thiagão, Bê, Marcão e Rafael Araujo
Técnico: Douglas Chiarotti

foto: Fernando Potrick/TXT Assessoria/divulgação Móveis Kappesberg/Canoas

Comentários

  1. Nada de surpreendente nesse resultado. time medíocre de Florianópolis não tem condições de ganhar de quase nenhuma equipe que joga superliga. Ainda mais depois que perdeu os jogos abertos de Santa Catarina para a fraca equipe de Chapecó. Estão se baseando na primeira conquista da superliga...um raio não cai duas vezes no mesmo lugar!

    ResponderExcluir

Postar um comentário