(Superliga) Com lances curiosos, RJX passa pela Funvic/Midia Fone

O RJX conquistou a segunda vitória na Superliga Masculina 2012/2013 após superar a Funvic/Midia Fone por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/21 e 25/18, no ginásio da AABB, no Rio de Janeiro. A partida contou com o retorno do ponteiro Dante, que foi relacionado, mas não entrou em quadra. Entretanto, o que mais chamou a atenção foram as tabelas de basquete próximas a quadra, que prejudicaram o andamento de algumas jogadas.

Com um ótimo volume de jogo, o RJX não teve dificuldades para vencer o primeiro set. Desde o início da parcial, o time carioca abriu larga vantagem. Na primeira parada técnica o placar estava 8 a 1 e no segundo tempo obrigatório era de 16 a 6. A diferença permaneceu até o fim do set, quando, em um erro do Funvic/Midia Fone, o RJX fechou em 25 a 11.

No segundo set, a equipe de Pindamonhangaba voltou mais atenta e chegou até a primeira parada técnica vencendo por 8 a 6. O equilíbrio da parcial permaneceu até o segundo tempo técnico, com o Funvic/Midia Fone ainda na frente: 16 a 15. A partir daí, o RJX acordou, virou o placar e, num ace de Lucão, fechou o set em 25 a 21.

O terceiro set começou da mesma forma que o segundo, com muito equilíbrio. O RJX chegou com vantagem de um ponto ao primeiro tempo técnico: 8 a 7. As duas equipes continuaram apresentando um bom voleibol e a diferença de um ponto permaneceu até a segunda parada, em 16 a 15 para os cariocas. Mas, com o apoio da torcida, a equipe do técnico Marcelo Fronckowiak, que teve o oposto Theo como destaque, abriu e fechou o set em 25 a 18.

“Fizemos um brilhante primeiro set e, depois, tivemos uma queda natural. Mas o time conseguiu reagir e é isso que fica de positivo. A equipe jogou menos do que no primeiro jogo devido à falta de ritmo. O nosso objetivo é evoluir durante a competição”, contou o treinador Marcelo Fronckowiak.

“O primeiro set foi muito bom, imprimimos um ritmo forte, com muita agressividade no saque. Na segunda parcial nos acomodamos e isso não pode acontecer. Temos que entrar forte do início ao fim. No terceiro voltamos a acelerar o jogo. O time está mostrando evolução. Temos que continuar nessa pegada”, disse o levantador Bruninho.

“Essa molecada está acostumada a ver os jogadores do RJX como ídolos. Meu time é forte, mas não conseguiu executar o que treinou neste jogo. Tenho que ter paciência com eles, são muito novos. Acho que a presença dos astros do RJX acanhou eles”, comentou o treinador João Marcondes.

No próximo sábado, às 19h, o RJX encara o Volta Redonda, no ginásio da Ilha São João. No mesmo dia, às 19h30min, a Funvic/Midia Fone vai até Minas Gerais enfrentar a UFJF.

Equipes:

RJX: Bruninho, Lucão, Riad, Thiago Sens, Thiago Alves, Theo e Mário Jr. (líbero)
entraram: Ualas
Técnico: Marcelo Fronckowiak

Funvic/Midia Fone: Índio, Deivid, Renato, Allan, Sergio, P.É e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Luis, Ruan, Breno
Técnico: João Marcondes

foto: Alexandre Loureiro/INOVAFOTO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira