Jogadores do Sada/Cruzeiro valorizam vice-campeonato no Mundial de Clubes

O desanimo após a perda do título do Mundial de Clubes estava visível no semblante dos jogadores do Sada/Cruzeiro. Passado algumas horas, cada atleta reagiu a sua maneira, mas todos sabem da marca histórica que alcançaram ao chegarem a uma decisão contra o ‘todo poderoso’ Trentino, agora tetracampeão.

“Estou muito orgulhoso pelo trabalho que fizemos até agora. Para chegar em um campeonato como esse tem que passar por muita coisa. Esse grupo está de parabéns. Chegamos até aqui e fizemos um excelente torneio. Agora vamos descansar um pouco e já iniciar a nossa preparação para a Superliga”, disse o técnico Marcelo Mendez.

“Foi uma experiência muito positiva ter jogada um campeonato onde só encontramos os melhores clubes do mundo. Estamos contentes pelo resultados, como eu disse, claro que gostaríamos de ter sido campeões, mas sabemos que não deixamos de lutar em nenhum momento. Jogamos com a raça que sempre entramos em quadra, mas hoje o passe do Trentino foi o diferencial”, declarou o oposto Wallace, eleito o melhor saque do torneio.

“É claro que nosso objetivo era a conquista do título e lutamos muito por isso, mas temos que reconhecer que o Trentino é uma grande equipe e foi melhor na final. No entanto, isso de forma alguma diminui o trabalho que o Sada/Cruzeiro realizou. Todos estão de parabéns”, afirmou o central Acácio

foto: FIVB/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações