(Mundial de Clubes) Sada/Cruzeiro faz grande partida, mas perde para o Trentino

Pela última rodada da fase de grupos do Mundial de Clubes, Sada/Cruzeiro e Trentino entraram em quadra nesta terça-feira, no Aspire Dome, para definir quem ficaria com o primeiro lugar do Grupo A. Em uma partida muito equilibrada, os mineiros perderam por 3 sets a 2, parciais de 25/23, 24/26, 26/24, 19/25 e 21/19, e agora esperam a definição do primeiro colocado do Grupo B para saber qual será o seu adversário nas semifinais.

O primeiro set iniciou com o Trentino forçando bastante o saque, principalmente com Birarelli e Juantorena, e chegando a primeira Prada técnica com vantagem de 8 a 4. Os italianos tinha como destaque o ponteiro Kaziyski, que estava impossível no ataque e ajudou sua equipe a fazer 16 a 12. O Sada/Cruzeiro reagiu com os ataques e os saques de Wallace, tanto que encostou em 22 a 20. Entretanto, os atuais tricampeões tiveram tranquilidade para fechar em 25 a 23.

Diferente do set anterior, o segundo período começou bem equilibrado, com o Trentino chegando a primeiro tempo técnico com 8 a 7 no placar. William conseguia distribuir mais as jogadas, porém Wallace continuava sendo o principal nome do time. No lado italiano, o destaque era Juantorena, que ia bem no ataque e na recepção. Com uma disputa de ponto a ponto, o Sada/Cruzeiro chegou na frente com 19 a 18 e no final, com bons saques de Leal e ataque do cubano, os brasileiros fecharam em 26 a 24.

O terceiro set teve um início parecido com o anterior, onde o Trentino chegou ao primeiro tempo técnico com 8 a 7. O duelo era equilibrado, com os dois levantadores utilizando seus principais jogadores, no caso Wallace e Kaziyski. Quando Douglas Cordeiro e Acácio começaram a ser acionados, o Sada/Cruzeiro cresceu e virou para 17 a 16. No final, o time brasileiro chegou a ter o set point, mas após dois bloqueios, os italianos fizeram 26 a 24.

O Sada/Cruzeiro entrou no quarto set com ‘sangue nos olhos’ e com dois bloqueios simples abriu vantagem de 5 a 0. No primeiro tempo técnico, os brasileiros tinham vantagem de 8 a 2, com destaque para Wallace, que estava bem no ataque e no saque, tanto que após dois aces fez 11 a 4. Os mineiros conseguiam jogar com tranquilidade e assim chegaram a segunda parada técnica com 16 a 7. No final, os comandados de Marcelo Mendez deram uma relaxada e deixaram o Trentino encostar em 22 a 18. Entretanto, os cruzeirenses conseguiram fechar em 25 a 19 após erro de saque dos italianos.

O tie-break, assim como a partida inteira, foi de total equilíbrio. O Trentino começou melhor, com o levantador Rapha utilizando os seus centrais e abrindo 3 a 1 no placar. Sem Mauricio, que foi poupado por conta de dores no joelho, o Sada/Cruzeiro tinha o cubano Leal em quadra, responsável por empatar em 6 a 6. Mesmo enfrentando os tricampeões mundiais, os brasileiros jogavam soltos e na parada obrigatória tinham 8 a 7 a seu favor. Os italianos conseguiram virar para 12 a 11 após bloqueio de Burgsthaler, mas o duelo era ponto a ponto. Os dois times forçavam muito o saque e erravam pouco nos ataques, tanto que o placar chegou a 17 a 17. No final, um bloqueio sobre Wallace definiu a vitória dos europeus por 21 a 19.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Acácio, Douglas Cordeiro, Filipe, Leal e Serginho (libero)
Técnico: Marcelo Mendez

Trentino: Rapha, Kaziyski, Birarelli, Stokr, Tzourits, Juantorena e Andrea Bari (líbero)
Técnico: Radostin Stoytchev

foto: FIVB/Divulgação

Comentários