Medley/Campinas lança nota oficial sobre confusão no Taquaral

A partida do último domingo entre Medley/Campinas e Sesi-SP pela final do Campeonato Paulista teve um momento de desentendimento na rede que acabou se transformando em briga fora da quadra. O fato acabou ocasionando a expulsão dos opostos Lorena e Leozão, do clube paulistano, e deixou o clima ‘mais quente’ para o jogo do próximo sábado no ginásio da Vila Leopoldina.

A discussão, que resultou nas saídas dos dois jogadores do Sesi-SP, ocorreu com integrantes da comissão técnica da Medley/Campinas, que estavam atrás de uma das áreas de saque. Pra evitar que o caso se tornando mais importante que a decisão do Estadual, a diretoria da Medley/Campinas soltou uma nota oficial nesta segunda-feira sobre a confusão.

Confira a nota na íntegra:

“O Medley/Campinas lamenta profundamente o incidente ocorrido no último domingo em jogo válido pela final do Campeonato Paulista, no Ginásio do Taquaral. Entendemos que uma disputa tão equilibrada quanto esta possa gerar tensão e nervosismo mas repudiamos qualquer forma de violência. Sempre trabalhamos, e continuaremos a trabalhar, para incentivar a competição idônea e a promoção de atitudes saudáveis. Agradecemos aos torcedores pelo comportamento exemplar, apoiando a equipe em todos os momentos, entendemos que o esporte, acima de tudo, é uma atividade pacífica, salutar, de congregação entre as pessoas".

Segundo o site da Justiça Esportiva, o julgamento de Lorena e Leozão, além de outros possíveis denunciados, ainda não têm data marcada. Vale ressaltar que os dois jogadores estão aptos para jogar o próximo duelo, pois o cartão vermelho não os exclui do jogo seguinte.

foto: Cinara Piccolo

Comentários

  1. Prezados,
    Deveria haver um pedido de desculpa muito mais claro por parte do Campinas, pois óbvio que a provocação partiu deles. Por que estavam ali atrás dos jogadores ? Todos sabem que Lorena se irrita fácil, por isso foram até lá provocá-lo.

    Rob

    ResponderExcluir
  2. Lorena é sem educação e até da torcida ele já partiu pra cima simplesmemte por chamarem ele de "PIPOQUEIRO".
    A desculpa deveria vir dos jogadores do SESI-SP (Sidão, Kleber, Lorena, Léozão, Serginho), pois os jogadores estavam do outro lado da quadra e atravessaram o ginásio para ir até a provocação.
    Diogo errou, mas cadê o profissionalismo do SESI? Todo jogador sabe que haverá disputas verbais e achei que eles fossem mais preparados para isso.
    Barracos acontecem em partidas de futebol.. e o volei está ficando tão igual no quesito financeiro, que os jogadores estão ficando arrogantes.
    Agressão física? Decepção total para TODOS os jogadores do SESI-SP.

    ResponderExcluir
  3. uma coisa que o murilo disse e é verdade a culpa só caiu pro lado do sesi

    ResponderExcluir
  4. os dois times deveria ser punido ingualmente como já é final a puniçao tem que acontecer no campeonato paulista de 2013

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira