Maurício Lima entra, oficialmente, para o Hall da Fama

Em cerimônia realizada na cidade de Holyoke, nos Estados Unidos, no último sábado, o brasileiro Maurício Lima entrou, oficialmente, para o Hall da Fama. Aos 44 anos, o ex-levantador é o primeiro da geração campeã em Barcelona/92 a receber a homenagem da Federação Internacional de Voleibol.

“É um enorme prazer e um privilégio grande receber este prêmio. Fico orgulhoso de ser o primeiro atleta da geração dourada do Brasil a ser incluído no Hall da Fama do voleibol. Este é um resultado de muitos anos de dedicação e amor a este esporte, e ser reconhecido depois de uma carreira de 23 anos é muito gratificante”, afirmou Maurício Lima, durante a cerimônia.

Maurício é um dos dois únicos atletas do masculino a disputar cinco edições de Jogos Olímpicos (Seul/88, Barcelona/92, Atlanta/96, Sidney/2000 e Atenas/04), ao lado de Andrea Giani, da Itália. O atual embaixador do Medley/Campinas e comentarista da Rede Record virou o sétimo jogador do Brasil a entrar para essa seleta lista do Hall da Fama. Os outros seis são: Bernard Rajzman, Jackie Silva, Carlos Nuzman, Ana Moser, Shelda Bede e Adriana Behar.

“Eu me inspirei na Geração de Prata. Tinha 14 anos quando comecei a minha carreira. Desde então, eu sonhava me tornar um grande jogador de voleibol. Quero agradecer a todos os meus treinadores, Às equipes técnicas e aos outros jogadores que estiveram ao meu lado. Finalmente, gostaria de agradecer especialmente à minha família, presente em todos os momentos”, destacou o ex-levantador.

foto: divulgação

Comentários