(Top Four) RJX derrota Canoas no tie-break e fará decisão com o Personal/Bolívar

Pela segunda rodada do Top Four dos Campeões, o RJX enfrentou o Canoas Vôlei e venceu por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 24/26, 25/16, 22/25 e 9/15. Na sequência, o Personal/Bolívar derrotou o Vivo/Minas por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/22 e 25/20. Com isso, cariocas e argentinos, que se enfrentam neste sábado, às 20h30min, no ginásio Wilson Mânica, em Ijuí, somam cinco pontos, e quem ganhar o duelo fica com o título.

No duelo entre Canoas e RJX, a equipe gaúcha começou melhor e abriu incríveis 8 a 0 na primeira parada técnica. Com Xanxa lesionado, quem atuava de oposto era Ceola, que disputou o Campeonato Gaúcho pela Apaavolei/Caxias do Sul. Entretanto, ele acabou substituído por Bergamo, que mesmo com os cariocas equilibrando o duelo, ajudou sua equipe a vencer por 25 a 22.

O segundo set iniciou com nenhuma das equipes conseguindo abrir dois pontos de vantagem. Na primeira parada técnica foi 8 a 6 para o Canoas, enquanto no segundo tempo obrigatório o placar era de 16 a 15 para o RJX. Os gaucho chegaram a vencer por 23 a 21, mas os bloqueios de Riad e Ualas fizeram a diferenças para que os cariocas fizessem 26 a 24.

Com 1 a 1, o técnico Paulão resolveu mudar e colocar Enoch e Rafael nos lugares de Minuzzi e Salsa, respectivamente. As alterações surtiram efeito e os dois foram fundamentais para o time fazer 8 a 4 na primeira parada técnica. O central Gustavo era difícil de ser parado pelo bloqueio e com mais um ponto seu, a equipe gaucha chega a 17 a 9. O levantador Bruninho reclamava demais com a arbitragem e quando o jogo estava 22 a 15 acabou sendo expulso. No final, Thiago Alves atacou para fora e o terceiro set terminou 25 a 16 para o Canoas.

Precisando a vitoria no quarto set, Marcelo Fronckowiak pediu mais calma no passe, principalmente para seus ponteiros. Thiago Sens começou a aparecer mais no jogo e Lucão acabou entrando no lugar de Riad para parar Gustavo. O RJX conseguiu abrir vantagem de 15 a 9 e com Manius dando mais experiência ao time, os cariocas fecharam em 25 a 22.

O tie-break foi bastante disputado no início, mas embalado pela vitória no set anterior, o RJX estava melhor em quadra. Lucão e Theo não erravam nada, enquanto o Canoas parecia fora de sintonia, perdendo por incríveis 8 a 1. O time de Paulão chegou a reagir, mesmo com a torcida gaúcha apoiando jogadores da outra equipe (o que mais se ouvia eram gritos de Bruninho na arquibancada). No final, 15 a 9, com ponto de Lucão, que foi o diferencial para a virada dos cariocas no jogo.

Antes da decisão entre RJX e Personal/Bolívar, o Canoas Vôlei volta a quadra para enfrentar o Vivo/Minas. O time gaúcho tem até o momento no torneio dois pontos, enquanto os mineiros ainda não conquistaram nenhum set.

foto: divulgação

Comentários