(Paulista) Fora de casa, Medley/Campinas supera Vôlei Futuro no tie-break

Em partida válida pela quinta rodada do returno do Campeonato Paulista, a Medley/Campinas venceu o Vôlei Futuro por 3 sets a 2, parciais de 19/25, 25/21, 25/23, 23/25 e 18/16, no ginásio Plácido Rocha. Com esse resultado, o time de Marcos Pacheco chegou aos 28 pontos e praticamente assegurou a vice-liderança, enquanto a equipe de Araçatuba segue na terceira posição, agora com 23 pontos.

O primeiro set começou equilibrado com a Medley/Campinas fazendo 8 a 7 na primeira parada técnica. Com boas jogadas de Ricardinho, o time da casa virou e no segundo tempo técnico tinha 16 a 14 a seu favor. No final, Marcos Pacheco resolveu mexer no time e colocar em quadra o oposto Franco e o levantador Rodriguinho, porém a boa atuação do central Vini fez o Vôlei Futuro fechar em 25 a 19.

No segundo set, o Vôlei Futuro abriu logo 5 a 1 e no primeiro tempo técnico tinha 8 a 4 no placar. A Medley/Campinas conseguiu equilibrar o jogo, utilizando os contra-ataque, principalmente após a entrada de Diogo no lugar de Jurquin, o que fez o time encostar em 16 a 15. No final, os bons saques e bloqueios de Franco, ajudaram os visitantes a vencer por 25 a 21.

Com 1 a 1, o terceiro set prometia muito e foi o que aconteceu. Com os dois times disputando ponto a ponto, a primeira parada técnica teve 8 a 6 para a Medley/Campinas. A diferença caiu quando o oposto Caio de Prá atacou em deixou 13 a 13 no placar, mas na segunda parada obrigatória, os visitantes tinha 16 a 15. No final, o técnico Cezar Douglas tentou modificar a equipe, mas acabou perdendo por 25 a 23.

O quarto set foi novamente parelho chegando a igualdade de 11 pontos em determinado momento. No segundo tempo técnico, o Vôlei Futuro tinha 16 a 15 no placar e com o apoio do torcedor conseguiu abrir vantagem e fechar o período com 25/23. No tie-break, novo equilíbrio, e grandes disputas, sendo que as vantagens eram mínimas. No final, vitoria da Medley/Campinas no detalhe por 18 a 16.

“Foi um jogo muito disputado, muito difícil, que o conjunto da equipe falou mais alto e foi o ponto forte (...) Não queremos viajar duas vezes, por isso precisamos ser segundo”, contou o técnico Marcos Pacheco.

“Foi um jogo muito equilibrado, onde pequenos erros fizeram a diferença. Nas semifinais provavelmente podemos pegá-los e queremos a revanche desse jogo”, disse o oposto Caio de Prá.

Na próxima quarta-feira, às 20h, o Vôlei Futuro vai receber o Sesi-SP, no ginásio Plácido Rocha. Já a Medley/Campinas no mesmo dia, às 19h30min, enfrenta o São Caetano, no ginásio do Taquaral.

Equipes:

Vôlei Futuro: Rapha, Gui Hage, Vini, Michael, Ricardinho, Caio Prá e Polaco (líbero)
Técnico: Cezar Douglas

Medley/Campinas: Jurquin, Murilo, Gustavão, Orestes, Rodrigo, Renato e Alan (líbero)
Técnico: Marcos Pacheco

foto: divulgação

Comentários