Brasil não vai disputar Mundial Militar no Irã

Devido a um impasse com os organizadores, o Brasil não irá mais participar do Campeonato Mundial Militar, que estava previsto para a primeira semana de setembro em Teerã, capital do Irã. Doze atletas, que chegaram a treinar juntos no Rio de Janeiro para a competição, já foram avisados do cancelamento.

“É uma pena, pois havíamos treinado durante vários meses e a competição é de bom nível. Mas, pelo que fiquei sabendo, o torneio estava com alguns problemas de organização. Nesse caso, o pessoal da seleção brasileira militar teve bom senso ao decidir não disputar”, declarou o ponteiro Raphael Oliveira, que atua no Vôlei Futuro.

Se por um lado os jogadores não vai disputar uma competição internacional, por outro eles terão a oportunidade de defenderem seus clubes nas retas finais dos estaduais. Além de Rapha, nomes como Thiago Sens, do RJX e Gelinski, do Super Imperatriz/Florianópolis também estavam convocados.

foto: arquivo pessoal

Comentários