(Superliga) UFJF derrota Londrina e se distancia do rebaixamento

Em um jogo fundamental para os dois times, a UFJF venceu o Londrina/Sercomtel por 3 sets a 1, parciais de 20/25, 25/17, 25/19 e 25/20, no ginásio Tupynambás. Com a vitória, a equipe mineira continua na 11ª posição, mas agora com 14 pontos, distante da lanterna, que pertence aos paranaenses, com apenas cinco pontos.

O primeiro set começou com ponto de bloqueio triplo da UFJF, porém na primeira parada técnica quem estava na frente era o Londrina/Sercomtel. Os mineiros reagiram com Clinty no saque e Baroni aproveitando um contra-ataque 10 a 10, mas os paranaenses estavam mais atentos e fortes na defesa para vencer por 25 a 20, com destaque para o oposto Caio.

No segundo set, o equilíbrio foi ainda maior, com o duelo sendo marcado por pontos polêmicos. No ataque de Guilherme Hage, a UFJF empatou em 6 a 6 e virou para 8 a 6 em um ponto de bloqueio. O confronto era disputado a cada lance, até que Baroni resolveu aparecer e abrir vantagem para o seu time em três pontos. No final, 25 a 17 com bloqueio de Gustavo Folle.

No terceiro set, a UFJF não tomou conhecimento do Londrina/Sercomtel e abriu logo 3 a 0. O bloqueio era o fundamento principal do time da casa, com destaque para Folle e Baroni, que levantaram a torcida. Os visitantes tentavam reagir, mas com o levantador China recebendo cartão amarelo, a tarefa ficou ainda mais difícil. Com 14 a 11 no placar, os mineiros foram apenas administrando essa vantagem para depois fechar em 25 a 19.

No quarto set, o Londrina/Sercomtel entrou precisando vencer para forçar o tie-break. Apostando no saque forte, a equipe conseguiu parar o bom momento da UFJF. Entretanto, os comandados de Mauricio Bara estavam inspirados no bloqueio e com Diego abriram 13 a 10. Na segunda parada técnica, o placar era de 16 a 14 par ao time da casa, que além de contar com o apoio do torcedor tinha Baroni realizando a sua melhor partida na Superliga. No final, 25 a 20 e três pontos para os mineiros na classificação.

“Estudamos muito o time do Londrina. Meu pai me ensinou que ninguém é insubstituível. Apostei nessa nova formação e deu certo (...) Nós estávamos devendo para a torcida e para nós essa vitória. Foi um jogo maravilhoso e nos dedicamos do início ao fim. Essa formação nunca tinha jogado junto. É um grupo que joga com o coração”, declarou o treinador Mauricio Bara.

“Essa vitória foi na raça e com a torcida empurrando. Muitos jogadores se machucaram durante a partida, mas a vontade de ganhar superou. Um comprou a responsabilidade do outro e o Baroni foi espetacular”, afirmou o levantador Danilo Gelinsky.

Equipes:

UFJF: Danilo Gelinski, Gustavo Folle, Clinty, Diego, Guilherme Hage, Baroni, e Caporal(líbero)
Técnico: Mauricio Bara

Londrina/Sercomtel: China, Caio, Marcão, Thiagão, Juliano, Deivid e Rafinha (líbero)
Técnico: Toninho Resende

foto: UFJF/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira