Com organização, Apav/Canoas quer provar que já merecia lugar na elite

No meio de 2011 o campeão olímpico Paulão batalhou junto com outras pessoas para colocar a Sogipa na Superliga. Com dificuldades para fechar com patrocinadores e a pressa da CBV, o agora treinador acabou vendo a Rio Grande do Sul ficar de fora da elite nacional. Entretanto, a chegada de 2012 e a criação da Superliga B mostraram que a Apav/Canoas teria plenas condições de estar entre os grandes.

A partir da próxima quinta-feira, dia 2 de fevereiro, ocorre o 4º Grand Prix da Superliga B e a sede será o ginásio Poliesportivo La Salle, que recebeu nos últimos dias um piso especial para a disputa do torneio. A expectativa em volta do evento é tão grande que admiradores do vôlei pelo RS garantem, através das redes sociais, suas presenças nas arquibancadas.

Com organização, planejamento e pessoas competentes, a Apav/Canoas resgata o vôlei gaúcho e quem não tiver condições de comparecer ao ginásio poderá acompanhar todos os duelos do 4º Grand Prix pelo canal Sportv. Aliás, com a transmissão de seus três jogos, a equipe de Paulão terá uma visibilidade nacional maior que clubes que estão na elite, provando a importância de se ter um representante do Estado na principal competição nacional da modalidade.

foto: Divulgação/Apav/Canoas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro