(Superliga) RJX faz 3 a 0 na UFJF e conquista a terceira vitória seguida

O RJX foi até Juiz de Fora pela quinta rodada da Superliga 2011/2012 e derrotou a UFJF por 3 sets a 0, parciais de 18/25, 26/28 e 21/25. Com o resultado, os comandados de Marcos Miranda chegaram a terceira vitória consecutiva na competição e subiram na tabela. Já os mineiros, apesar da derrota, encerraram o ano fora da zona de classificação para os playoffs.

O RJX começou concentrado e logo abriu vantagem de três pontos, chegando com 8 a 5 no primeiro tempo técnico. Lucão, Theo e Ualas aproveitavam bem as bolas do levantador Marlon e a equipe chegou a 20 a 16. O técnico Marcão substituiu Marlon, na rede, por Paulo Victor, e Guilherme entrou no lugar de Theo para sacar. Numa ótima sequência de saque, o levantador levou o time a 24 a 16. Com um erro de passe do time de Juiz de Fora, o RJX fechou o set em 25 a 18.

O segundo set foi o mais equilibrado da partida, porém os cariocas estiveram sem a frente no placar. Com 15 a 11, o treinador Marcos Miranda fez a inversão do 5/1 e, em seguida (16 a 12), colocou Vinícius no lugar de Dante. O RJX chegou ao set point com 24 a 21, só não contava que a UFJF reagisse de forma espetacular e empatasse em 24 a 24. Entretanto, Marlon e Theo voltaram à quadra e em um forte saque de Lucão, os visitantes fecharam em 28 a 26.

Embalada pelo bom final do set anterior, a UFJF entrou mais concentrada no terceiro set e conseguiu abrir cinco pontos de vantagem no início, com dois bloqueios seguidos de Jardel. No seu melhor momento no jogo, o time da casa foi para a primeira parada técnica com 8 a 3 no placar. Na segunda parada técnica, o placar também estava a favor da UFJF, em 16 a 14. Entretanto, um bloqueio de Ualas deixou a partida igual em 18 a 18 e Dante fez a diferença com dois bloqueios simples, colocando os cariocas na frente com 24 a 21. No final, a vitória por 25 a 21 veio e um ataque de Theo.

“Ficou um gosto meio amargo porque o time jogou muito bem e reagiu muito bem. A equipe está crescendo e vamos ter força para as próximas partidas”, declarou o treinador Mauricio Bara.

“Temos feito bons jogos, mas precisamos de mais tranquilidade. Batalhamos e tivemos a oportunidade de vencer em alguns sets. Contamos com a ajuda do torcedor que está nos acompanhando desde o início”, disse o ponteiro Clinty.

“Eles vinham de vitória, embalados, e nós precisávamos muito dos três pontos. Soubemos jogar nos momentos em que eles cresceram, mantivemos sempre a calma e impusemos nossa categoria. Foi um bom jogo”, declarou o técnico Marcos Miranda.

“Entramos bem, com a missão de ganhar. Mesmo quando eles cresceram na partida, soubemos reverter e fechar na hora certa”, afirmou o oposto Theo, maior pontuador do jogo (ao lado de Ualas) com 14 acertos.

Equipes:

UFJF: Clinty, Daniel Brasília, Gustavo Folle, Léo Rodrigues, Digão, Jardel e Juliano (líbero)
Técnico: Mauricio Bara

RJX: Marlon, Theo, Dante, Lucão, Ualas, Thiago Sens, e Alan (líbero)
Técnico: Marcos Miranda

foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19