Superliga B é oficializada e tabela sairá no início de janeiro

Como o Espaço do Vôlei antecipou no dia 16 de dezembro, oito clubes farão parte da Superliga B, espécie de segunda divisão nacional do vôlei brasileiro. Na fase classificatória, as oito equipes serão divididas em dois grupos de quatro. Ao todo, os times disputarão quatro etapas classificatórias no sistema de grand prix. Em cada disputa, uma equipe sediará os jogos e receberá em seu ginásio as outras três. Todos jogarão contra todos e acumularão pontos dentro de seu respectivo grupo.

“A criação da Série B é o fortalecimento da Superliga. A disputa por um lugar na série A será intensa. Com este formato equilibramos as forças e estamos dando uma importância ainda maior ao campeonato. Vamos começar com a disputa da competição masculina e, na próxima temporada, a intenção é ter também a disputa feminina”, avaliou Renato D´Avila, superintendente técnico da CBV, e um forte candidato a ser o próximo presidente da entidade.

No Grupo A estão: Funvic/Midiafone (SP), Morro da Fumaça (SC), Sport Clube do Recife (PE) e UFC/Ceará (CE). Já no Grupo B estão: Santo André (SP), Climed/Atibaia (SP), Apav/Canoas (RS) e Clube do Remo (PA). Lembrando que os dois primeiros colocados de cada grupo passarão para as semifinais, que serão disputadas em uma série melhor de três partidas. Os vencedores passarão para a final. Apenas o campeão fica com a vaga para a Superliga 2011/2012.

Com a criação da Superliga B, a intenção da CBV é fazer da Liga Nacional 2012 um campeonato de acesso para novos times, com o campeão indo para a segunda divisão. Resta saber agora se clubes formados por fortes patrocinadores terão que realizar todos esses processos ou o ‘lobby’ poderá influenciar.

De certo mesmo é que alguns estados como o Pará, Pernambuco e Ceará terão voleibol de alto nível no próximo ano. A tabela e o regulamento serão divulgados no início de janeiro e no mesmo mês já começam as disputadas que ocorrerão paralelas a Superliga 2011/2012.

foto: Divulgação

Comentários

  1. Aleluia, pensei que ia ser o mico do ano a Superliga B não rolar. E o que você disse tem razão: Será que patrocinadores fortes que montarem times novos vão ter que começar lá de baixo? Eu acho que no fim vai rolar algo como no Futsal em que eles vão falar que a franquia foi vendida ou que entra no lugar de tal time e vai ser f... E quero ver como vai ficar se, por exemplo, futuramente um grande for rebaixado. Será que terá virada de mesa?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Será que haverá algum tipo de transmissão de alguns jogos, por exemplos: semi finais e finais? Acho q seria uma ideia interessante para o volei crescer ainda mais no brasil.

    ResponderExcluir

Postar um comentário