Ary Graça se candidata a FIVB e Renato D’Avila pode assumir a CBV

Se hoje existe uma confederação no Brasil que pode se gabar de ter elevado o seu esporte a um estágio mais alto do que o esperado essa é a CBV. Com Ary Graça no comando, a entidade conseguiu grandes patrocinadores para a Seleção Brasileira, visibilidade na TV Aberta e a cada ano consegue dar mais modernidade a Superliga, seja trazendo jogadores famosos ou juntando empresários a clubes.

Na última semana foi noticiado que Ary Graça se candidatou para substituir o chinês Jizhong Wei no comando da Federação Internacional de Vôlei a partir do ano que vem. O brasileiro tem o apoio de quatro, das cinco confederações continentais e por conta disso deve ser aclamado como o homem forte da FIVB, deixando assim a CBV da qual é presidente desde 1997.

Ainda não é oficial, mas Renato D’Avila, superintendente técnico da CBV, tem tudo para assumir como presidente da CBV, já que tem boa relação com clubes e membros influentes da entidade. O certo é que o Brasil está na ‘crista da onda’ no voleibol e a eleição de setembro, que valerá para o período de 2012 a 2016, pode coroar uma boa administração.

foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira