(Paulista) De virada, Sesi-SP vence Vôlei Futuro e vai para a final

Como não poderia ser diferente, Sesi-SP e Vôlei Futuro fizeram novamente um grande jogo pelo Campeonato Paulista 2011. Depois de vencer em Araçatuba, o time paulistano sabia da importância de ganhar na Vila Leopoldina para eliminar o adversário e de virada fez 3 sets a 1, parciais de 16/25, 25/20, 25/22 e 25/23. Agora, os comandados de Giovane Gávio aguardam o vencedor do duelo entre Medley/Campinas e BMG/São Bernardo.

O primeiro set iniciou com o Vôlei Futuro pressionando muito e na primeira parada técnica impôs 8 a 5. Com bons saques de Lorena e Ricardinho utilizando os centrais, o time de Cézar Douglas sempre esteve com o placar a seu favor, tanto que o Sesi-SP tinha dificuldades para viradas suas bolas. Wallace, principal nome do primeiro jogo, era bem marcado e no final 25 a 16 para o clube do interior paulista.

No segundo set, a falta de atenção tomou conta da equipe de Araçatuba. Logo de cara, Diogo, que estava impossível nas jogadas de meio fundo, puxava o time da casa que vencia por 4 a 1. O saque do Vôlei Futuro não entrava, enquanto Giovane Gávio pedia para seus jogadores explorarem mais o bloqueio adversário. O ponteiro Léo Mineiro, que estava bem no passe, comandava o Sesi-SP em quadra, porém o Vôlei Futuro chegou a se recuperar, mas não o suficiente e no placar 25 a 20.

O terceiro set foi o mais tenso da partida. No Vôlei Futuro, Dentinho entrava seguidamente para melhorar o passe, mas o time errava demais e cedia pontos de graça. Ricardinho ia mostrando o seu repertório, o que equilibrava mais o duelo, porém o jovem Thiago Barth fez grande diferença no bloqueio, principalmente na marcação do cubano Camejo. O treinador Cezar Douglas chegou a tirar Lorena de quadra para a entrada de Leozão, mas nada adiantou e o Sesi fez 25 a 22.

Precisando da vitória no quarto set para forçar o tie-break, se esperava um Vôlei Futuro mordido em quadra, mas a falta de atenção era evidente e na primeira parada técnica o placar mostrava 8 a 2 para o time da casa. Cézar Douglas puxava a orelha de seus comandados, porém nada adiantava, até que Camejo foi para o saque e com uma incrível sequência de bloqueios, o Vôlei Futuro encostou em 14 a 12. Entretanto, a boa reação não seguiu e o Sesi-SP, mais tranquilo em quadra, tinha Diogo em uma noite inspirada e no bloqueio de Aureliano fechou em 25 a 23.

Equipes:

Sesi-SP: Sandro, Wallace, Leo Mineiro, Diogo, Tiago Barth, Aureliano e Lucianinho (Líbero)
Técnico: Giovane Gávio

Vôlei Futuro: Ricardinho, Lorena, Vini, Maurício, Bob, Camejo e Thiago Brendle (Líbero)
Técnico: Cezar Douglas

foto: Alexandre Iwata/Ideale Comunicação

Comentários