(Copa do Mundo) Cuba vence no tie-break e complica brasileiros

A Seleção Brasileira enfrentou Cuba no segundo jogo da terceira fase da Copa do Mundo e perdeu por 3 sets a 2, parciais de 25/17, 22/25, 23/25, 25/20 e 12/15. O duelo realizado na cidade de Hamamatsu marcou a segunda derrota da equipe verde-amarela na competição. No último jogo desta fase, o Brasil encara a Sérvia, nesta terça-feira, às 7h20min (horário de Brasília).

Depois de bom saque de Murilo, o Brasil abriu o placar com bloqueio duplo de Giba e Sidão. Com pontos de ataque, bloqueio e saque, a Seleção Brasileira começou bem e abriu 7 a 4. Quando a diferença aumentou para 11 a 6, o técnico cubano pediu tempo. Em boa sequência de Murilo no saque, o Brasil fez 13 a 6. Sem grandes dificuldades, a equipe verde e amarela abriu boa vantagem em 20 a 12 e fechou o primeiro set em 25 a 17, após um erro de saque cubano.

O ponteiro Giba (maior pontuador do Brasil com 21 acertos) abriu a segunda parcial com ponto de ataque. Dois bons saques de Hernandez deixaram os cubanos na frente em 3 a 1. O jogo empatou em cinco pontos, mas Cuba foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8 a 6. Na sequência, a equipe verde e amarela passou a comandar o placar em 10 a 9. Entretanto, Hernandez passou pelo saque e Cuba virou o marcador para 13 a 12. Os brasileiros chegaram a empatar em 20 a 20, mas os cubanos fecharam o set em 25 a 22.

O terceiro set começou melhor para Cuba. Na primeira parada técnica, os adversários do Brasil venciam por 8 a 3. A Seleção Brasileira se aproximou e fez o nono ponto (12 a 9), depois de grande recuperação de Giba, que foi buscar a bola depois do banco de reservas, e bloqueio de Lucão. Com ataque de Giba, o Brasil mostrou poder de reação e empatou em 15 a 15. Entretanto, os cubanos seguiram bem e venceram por 25 a 23.

O quarto set começou equilibrado. Com ace de Giba, o Brasil passou à frente em 5 a 4 e, com outro, fez 6 a 4. Na primeira parada técnica, vantagem brasileira de três pontos: 8 a 5. Na segunda, a equipe verde e amarela seguiu no comando do placar em 16 a 11. O Brasil seguiu melhor neste set e, com ponto de ataque de Murilo, fechou em 25 a 20.

Os cubanos iniciaram o set decisivo em vantagem de 5 a 3. Na virada de quadra, Cuba continuava na frente, desta vez, por 8 a 6. Os brasileiros empataram em oito pontos. A seleção de Cuba fez 13 a 10. Com forte ataque, Lucão diminuiu a diferença, que caiu ainda mais com ataque para fora dos cubanos. O placar ficou favorável em 13 a 12 para Cuba, que pediu tempo, mas, na volta, seguiu melhor e fechou o set em 15 a 12.

Equipes:

Brasil: Marlon, Leandro Vissotto, Sidão, Lucão, Murilo, Giba e Serginho (líbero)
Técnico: Bernardinho

Cuba: Leon, Perdomo, Bell, Mesa, Diaz, Hernandez e Gutierrez (líbero)
Técnico: Orlando Samuells

foto: FIVB/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio