(Pan-Americano) Brasil vira para cima da Argentina e vai decidir o ouro

Novamente um jogo entre Brasil e Argentina mexeu com os amantes de voleibol. Depois de perder o primeiro set, o time verde-amarelo venceu por 3 sets a 1, parciais de 26/28, 27/25, 25/22 e 25/15, se classificando para decidir a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos. O adversário da final, que ocorre neste sábado, às 23h (horário de Brasília), será Cuba.

O primeiro set iniciou com o Brasil meio fora de ritmo e errando demais o saque. No primeiro tempo técnico, os argentinos chegaram a 8 a 6 e logo depois abriram cinco pontos de vantagem. Thiago Alves era o atacante mais efetivo da equipe de Rubinho, enquanto Pereyra era destaque no adversário. Após uma bola pra fora, o placar já mostrava equilíbrio (14 a 13). A partida era disputada, com as duas seleções virando tudo e o marcador continuando com apenas um ponto de diferença para a Argentina até uma nova bola para fora e 19 a 19. A equipe de Javier Weber teve 24 a 22, mas depois de bom saque de Thiago Alves tudo ficou igual em 24 a 24. No final erro de Wallace e 28 a 26 para a Argentina.

O segundo set começou bem equilibrado, tanto que o primeiro tempo técnico foi de 8 a 7 para a Seleção Brasileira. Logo depois, Wallace encaixou uma boa sequência de saques e o Brasil abriu quatro pontos. Essa vantagem seguiu por quase todo o set, mas a Argentina reagiu com a entrada de Quiroga. O placar chegou a ficar de 21 a 22 para os brasileiros, o que obrigou Rubinho a mexer no time, que vacilava na recepção. Renato entrou no lugar de Luis Felipe Chupita. No final, novo 24 a 24, mas desta vez, com bloqueio de Gustavo, o Brasil fechou em 27 a 25.

Com 1 a 1 em sets, o terceiro não poderia ser mais equilibrado. O Brasil conseguiu abrir dois pontos de vantagem com 9 a 7. Os argentinos, aguerridos como sempre, buscavam o placar, mas o desgaste físico começava a aparecer, já que eles disputaram um jogo cansativo ontem contra os Estados Unidos. Mais inteiros, os brasileiros iam abrindo vantagem, colocando 17 a 13, mas os adversários deram uma reagida chegando a encostar em 22 a 20. No final, os comandados de Rubinho estavam ligados na defesa e fecharam em 25 a 22.

No quarto set, o Brasil entrou com vontade de fechar logo a partida e colocou 8 a 4 logo de cara. Renato, que entrou no lugar de Luis Felipe Chupita no segundo set continuava em quadra, melhorando assim o passe. Dominando completamente, a Seleção Brasileira colocou 16 a 8 no segundo tempo técnico. Com esse placar, algumas alterações na equipe foram feitas e mesmo assim o ritmo se manteve o mesmo. Para fechar o jogo, 25 a 15.

Equipes:

Brasil: Bruninho, Wallace Souza, Éder, Gustavo, Thiago Alves, Luis Felipe Chupita e Mario Jr (líbero)
Técnico: Rubinho

Argentina: Uriarte, Bruno Nicolas, Sole, Crer, Pereyra, Giustiniano e Lopez (líbero) 
Técnico: Javier Weber

foto: Luiz Pires/VIPCOMM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio