(Paulista) Vôlei Futuro tenta segurar invencibilidade diante do Sesi-SP

Pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Paulista, o Vôlei Futuro vai até o ginásio da Vila Leopoldina nesta terça-feira, às 19h, para enfrentar o Sesi-SP. O jogo vale pela manutenção da invencibilidade da equipe de Araçatuba e para recolocar o clube paulistano na vice-liderança da competição.

Para o elenco da capital será a chance de se recuperar e ficar mais próximo do líder Vôlei Futuro na tabela de classificação. Atualmente, o Sesi-SP soma dez pontos e ocupa a quarta posição, enquanto os araçatubenses têm 12. Além disso, o duelo marca a reedição da última decisão do Estadual, que deu o título ao time do interior.

“Sabemos que será mais um jogo complicado e importante, visando nossa classificação às finais do Paulista. Jogando em casa, com toda a torcida junto, a obrigação de vencer é sempre alta, por isso entraremos ainda mais concentrados na partida”, afirmou o levantador Sandro.

"A gente ainda não perdeu nenhum jogo, enquanto eles perderam dois (...) Se conseguirmos outra vitória, daremos grande passo para poder administrar essa vantagem", disse o treinador Cezar Douglas.

Enquanto o Vôlei Futuro contará com força máxima, o time do treinador Giovane Gávio continua sem seus principais atletas, no caso, Murilo, Serginho, Sidão, Wallace e Rodrigão, que foram campeões do Sul-Americano com a Seleção Brasileira. Os cinco atletas devem voltar a vestir a camisa do Sesi-SP apenas no dia 22 de outubro, quando fará sua estreia no segundo turno do Paulista.

Lembrando, que no confronto mais recente entre os clubes, válido pela final da Copa SP, o Sesi venceu o Vôlei Futuro, no ginásio do Taquaral, em Campinas, por 3 sets a 1, parciais de  28/30; 25/16; 25/19 e 27/25. 

foto: MBraga/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro